sábado, julho 24, 2021

Aumento do bolsa família deve elevar valor mínimo acima de R$ 200,00

Por conta da pandemia do Covid-19, muitos novos benefícios estão sendo estudados pelo Governo Federal. Disso, é bem possível que haja um aumento do Bolsa Família, agora para o mês de fevereiro. Até porque, o novo programa terá um valor mínimo de R$ 200,00. Lembrando que todo o projeto já está pronto, e aguarda apenas o aval do presidente da república.

Lembrando que a proposta foi confirmada pelo próprio ministro da cidadania, Onyx Lorenzoni. Pensando assim, separamos neste artigo diversas informações sobre este assunto. Desde as mudanças do antigo para o novo modelo, e claro, quem poderá se inscrever.

Principais mudanças do aumento do Bolsa Família

Atualmente, o valor do benefício básico está na casa dos R$ 89,00. Isso claro, para famílias que estão em situação de extrema pobreza. Entretanto, existe a variável, que pode aumentar R$ 41,00 por família. Isso claro, desde que a mesma tenha crianças e adolescentes, de 0 a 15 anos, vivendo na mesma casa.

Cada grupo familiar pode acumular até cinco destes benefícios por mês, totalizando o valor de R$ 205,00. Entretanto, com o aumento do bolsa família, o programa agora visa pagar, já de maneira direta, R$ 200,00 para todas as famílias. E provavelmente, ainda terão as variáveis.

Confira também: FGTS-Petrobras: Vale a pena sacar o fundo aplicado na Petrobras?

Quando o aumento do bolsa família será feito?

Apesar de ainda não ter uma previsão de data oficial, acreditamos que o aumento do bolsa família aconteça muito rápido. Até porque, todo o projeto já está pronto e apresentado ao presidente da república, Jair Bolsonaro. Portanto, é muito possível que até a reta final deste mês de fevereiro, a população já esteja habilitada a receber o mesmo.

Isso claro, considerando que sua situação esteja regularizada no atual modelo do benefício. Caso ainda não tenha seu registro feito no programa, estaremos explicando abaixo como poderá fazer o seu cadastro.

Como se inscrever no bolsa família

Para poder participar do aumento o bolsa família 2021, é necessário estar inscrito no programa social. Dito isso, separamos abaixo um passo a passo com as instruções para que você possa participar:

  1. Primeiramente, você terá que se cadastrar no CadÚnico. O mesmo serve para que o Governo Federal possa analisar todos os seus dados mediantes aos programas sociais que criaram. Lembrando que todos os membros da família que moram com você também precisam estar registrados.
  2. Posteriormente, também precisará cumprir as exigências de renda que são estabelecidas pelo governo. A mesma fica disponível na página do programa
  3. Com isso, tudo que precisará fazer é se dirigir a sede da prefeitura de sua cidade, para solicitar a inscrição, com todos os documentos já regularizados.
  4. Com isso, basta se dirigir até a sede da prefeitura, para concluir sua inscrição

Quem será responsável pelo pagamento do benefício

O aumento do bolsa família não deverá impactar na instituição financeira responsável pelo pagamento dos benefícios. Dito isso, a Caixa Econômica Federal deverá continuar sendo a principal responsável pela administração financeira do programa social.

Na verdade, até mesmo por meio do aplicativo Caixa Tem, o pagamento digital do antigo modelo do Bolsa Família já está disponível. Basta seguir a tabela de datas, que está disponibilizada no próprio app.

Pedro Henrique
Pedro Henrique Rhormes é formado em Comunicação Social – Jornalismo, pela Universidade Nove de Julho, e Letras – Tradução e Interpretação, pela Faculdades Metropolitanas Unidas (FMU). Trabalhou como repórter no FOX Sports. Atualmente é editor do E.C. produzindo conteúdo sobre economia e direitos.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

NOTÍCIAS RELACIONADAS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui