quinta-feira, setembro 16, 2021

Auxílio Brasil em risco: Novo benefício pode não ter recurso para aumento

O auxílio Brasil está chegando para ser o principal programa social pago no país, para os próximos anos. Até porque, o mesmo é a reforma do atual modelo do Bolsa Família. E foi totalmente idealizado pelo governo de Jair Bolsonaro. Principalmente para aumentar a quantia que é paga no projeto, entre algumas outras mudanças.

Até mesmo uma medida provisória (MP) já foi instituída, com duração até novembro. Disso, é necessária a aprovação no Congresso, para que possa ser validada de maneira oficial. Entretanto, existem muitos pontos que indicam um caminho contrário, que podem até mesmo travar este novo benefício.

Problemas fiscais podem barrar auxílio Brasil

A criação do auxílio Brasil tem sido a grande jogada de Jair Bolsonaro para tentar se reeleger em 2022. Sua pretensão inicial era de que o valor a ser pago no benefício fosse de R$ 300,00 ou R$ 400,00. Entretanto, o Governo Federal encontrou diversos problemas para conseguir encontrar verbas públicas suficientes para bancar o projeto.

auxílio brasil
Auxílio Brasil em risco: Novo benefício pode não ter recurso para aumento

Disso, a equipe econômica do governo declarou que o valor do mesmo deverá ficar entre os R$ 280,00 e R$ 290,00. Isso já gerando muitas complicações futuras para os cofres. Lembrando que até mesmo outros programas sociais precisaram ser modificados por conta deste.

Auxílio emergencial será afetado por auxílio Brasil

Vale a pena lembrar que o auxílio Brasil só começará a ser pago em novembro, caso seja aprovado. E disso, o auxílio emergencial já recebeu seu prazo final para ser encerrado. Outubro está previsto para termos o sétimo e último pagamento do benefício.

Até porque, o Governo Federal planeja utilizar os fundos que bancavam o mesmo, para seguir neste mesmo projeto. Esta foi uma das poucas saídas encontradas para tornar o benefício possível. Semelhante ao que foi feito com o benefício emergencial e o saque do PIS/PASEP, também conhecido por abono salarial.

Mais mudanças no auxílio Brasil

Os valores a serem pagos no auxílio Brasil não é o único ponto a ser modificado por Jair Bolsonaro. Na verdade, o método no qual solicita a inscrição no auxílio Brasil também deve ser modificado. Atualmente, pelo Bolsa Família, é necessário que cada participante interessado faça um registro no Cadastro Único. Esta é uma plataforma oficial do Governo Federal, utilizada para analisar o perfil de todos que desejam receber quantias da entidade. E disso, é necessário se direcionar pessoalmente até a prefeitura de seu município, para poder efetuar de fato sua solicitação.

Entretanto, para o novo projeto que está surgindo, a expectativa é completamente diferente. O registro no CadÚnico deverá ser mantido, até porque serve como grande pilar para todos os outros projetos do governo. Entretanto, ter que se direcionar até a prefeitura é algo que deverá deixar de existir. Principalmente por conta da pandemia do Covid-19, o governo quer evitar as aglomerações públicas.

E disso, um novo caminho está sendo pensado. Este seria desenvolver um aplicativo próprio. Pois, assim, evitaria que as pessoas tivessem que se dirigir até algum lugar. Permitindo assim a solicitação do auxílio Brasil de maneira totalmente remota. E o melhor de tudo é que o resultado, positivo ou até mesmo negativo, seria dado na hora.

Pedro Henrique
Pedro Henrique Rhormes é formado em Comunicação Social – Jornalismo, pela Universidade Nove de Julho, e Letras – Tradução e Interpretação, pela Faculdades Metropolitanas Unidas (FMU). Trabalhou como repórter no FOX Sports. Atualmente é editor do E.C. produzindo conteúdo sobre economia e direitos.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

NOTÍCIAS RELACIONADAS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui