segunda-feira, outubro 25, 2021

Auxílio emergencial: Governo pode prorrogar até abril

O auxílio emergencial se tornou um dos principais programas sociais do Brasil, desde sua criação, ainda em 2020. O mesmo foi feito pelo Governo Federal para poder amparar financeiramente a população. Até porque, por conta da pandemia do Covid-19, muitas empresas fecharam, e seus respectivos funcionários acabaram saindo prejudicados.

Disso, para 2021, o modelo do benefício deveria ter sido pago em apenas quatro parcelas. Entretanto, o governo optou por prorrogar o auxílio emergencial o mesmo até o mês de outubro, totalizando sete lotes diferentes. E agora, surge um rumor muito grande de que o projeto possa vir a ser estendido novamente.

Auxílio emergencial já foi prorrogado em 2021

Conforme mencionamos anteriormente, o auxílio emergencial deveria ter sido pago somente em quatro parcelas, em 2021. Originalmente, o benefício estava previsto apenas para ser pago de abril até julho. Entretanto, já que o quadro de vacinação no país estava muito lento, ainda em julho, o Governo Federal ficou com receio de liberar toda a população para as atividades cotidianas.

auxílio emergencial
Auxílio emergencial: Governo pode prorrogar até abril

E disso, entenderam que era necessário prorrogar o programa social por mais um tempo. E assim, o fim do auxílio emergencial foi jogado para outubro, totalizando sete parcelas, e um quadro muito melhor para os trabalhadores brasileiros.

Auxílio emergencial pode ser prorrogado novamente

O Governo Federal está estudando prorrogar o auxílio emergencial até o mês de abril de 2022. Isso, entretanto, possui alguns pontos a serem observados. O primeiro deles é que isso só poderá ser firmado enquanto o projeto que substituirá o Bolsa Família não sair de papel.

O segundo, é que há uma grande dificuldade em achar o valor ideal para o auxílio Brasil, até novembro. Sem falar também que o governo enfrenta um impasse na resolução do pagamento de precatórios. E principalmente em definir a reforma do imposto de renda, no Senado Federal. E são estes pontos que têm travado a decisão final.

Valor do auxílio emergencial

Com relação aos valores que são pagos no auxílio emergencial, isso é bastante simples. No ano inaugural do projeto, em 2020, o mesmo foi pago na casa dos R$ 600,00 para todos os beneficiários. Entretanto, para 2021, o Governo Federal armou um esquema completamente diferente.

Como por exemplo, a criação de três grupos diferentes. O primeiro deles na casa dos R$ 150,00, para quem mora sozinho. Já o segundo, no valor de R$ 250,00, é destinado para quem tem pelo menos um dependente em seu núcleo familiar. E por fim, o terceiro e último, de R$ 375,00, é para mulheres consideradas chefes de família.

Novos cadastros não são aceitos

Lembrando que para a edição de 2021, o Governo Federal não liberou o cadastro de novos beneficiários no programa. Até porque, em 2020, mais de 64 milhões de pessoa receberam o benefício. E disso, houveram diversos casos de recebimentos fraudulentos.

Sabendo disso, o governo começou a analisar o perfil de todos os participantes, para eliminar quem não cumprisse as regras do programa. E disso, para este ano, mais de 20 milhões de brasileiros tiveram o programa social suspenso. E a cada mês, a entidade ainda segue analisando todos os casos a risca.

Pedro Henrique
Pedro Henrique Rhormes é formado em Comunicação Social – Jornalismo, pela Universidade Nove de Julho, e Letras – Tradução e Interpretação, pela Faculdades Metropolitanas Unidas (FMU). Trabalhou como repórter no FOX Sports. Atualmente é editor do E.C. produzindo conteúdo sobre economia e direitos.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

NOTÍCIAS RELACIONADAS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui