segunda-feira, outubro 25, 2021

Auxílio Emergencial libera saques da 6ª parcela para nascidos em agosto

O auxílio emergencial é um dos principais programas sociais que está sendo pago no Brasil, desde 2020. O mesmo foi criado ainda no ano passado, por conta da pandemia do Covid-19, que afetou financeiramente toda a população. Até porque, muitos perderam seus empregos, tiveram remunerações modificadas ou foram forçados a fechar seus empreendimentos.

E disso, para esse ano de 2021, o Governo Federal optou por pagar o benefício em quatro parcelas, apenas. Mas, isso foi além do plano original dele, pois prorrogaram os pagamentos em mais três meses. E agora, a entidade federal anunciou que já está liberando o saque do benefício para nascidos em agosto.

Calendário de saques do auxílio emergencial

O Governo Federal já divulgou, inclusive, o calendário oficial do saque da sexta parcela do auxílio emergencial. Confira abaixo as datas:

auxílio emergencial
Auxílio Emergencial libera saques da 6ª parcela para nascidos em agosto

  1. Primeiramente, nascidos em janeiro, fevereiro e março receberam o valor em 21, 22 e 23 de fevereiro. O saque foi liberado em 4 e 5 de outubro
  2. Posteriormente, quem nasceu em abril, maio e junho, recebeu em 24, 25 e 26 de setembro. O saque foi liberado para os dias 6, 8 e 11 de outubro
  3. Disso, os pagamentos para nascidos em julho, agosto e setembro foram feitos em 28, 29 e 30 de setembro. Os saques serão liberados em 13, 14 e 15 de outubro
  4. E por fim, temos quem nasceu nos meses de outubro, novembro e dezembro, que receberam em 1º, 2 e 3 de outubro. Saques e transferências das quantias serão liberadas nos dias 18 e 19 de outubro

Vale a pena lembrar que o depósito e o saque da sétima e última parcela do auxílio emergencial ainda não tiveram seu calendário oficial divulgado. É necessário aguardar até a próxima semana um comunicado oficial do Governo Federal com estes dados.

Benefício pode voltar a ser prorrogado?

Muitas pessoas se perguntam se o auxílio emergencial voltará a ser pago pelo Governo Federal, após o mês de outubro, que está previsto para ter a última parcela do benefício. Apesar de ainda não ser oficial, depende muito do que vai acontecer com o Bolsa Família no futuro próximo.

Pois, caso a reforma do mesmo, se transformando em auxílio Brasil, seja aprovada, então, os recursos utilizados aqui deverão ser transferidos para lá, não viabilizando uma renovação. Mas caso a reforma seja negada, então, até mesmo o ministro da economia, Paulo Guedes, afirmou que o auxílio emergencial pode ser prorrogado.

Valores de pagamento

Além disso, os valores a serem pagos pelo auxílio emergencial foram modificados de 2020 para 2021. No último ano, a quantia era um valor fixo de R$ 600,00, para todos os beneficiários; algo que mudou nessa temporada. Agora, existem até três grupos diferentes de pagamento.

O primeiro deles está na casa dos R$ 150,00, para quem mora sozinho. O segundo, para quem tem pelo menos um dependente em seu núcleo familiar, está no valor de R$ 250,00. E por fim, temos o terceiro e último grupo, destinado exclusivamente para mulheres consideradas chefes de família. Nesse caso, o benefício terá parcelas de R$ 375,00.

Pedro Henrique
Pedro Henrique Rhormes é formado em Comunicação Social – Jornalismo, pela Universidade Nove de Julho, e Letras – Tradução e Interpretação, pela Faculdades Metropolitanas Unidas (FMU). Trabalhou como repórter no FOX Sports. Atualmente é editor do E.C. produzindo conteúdo sobre economia e direitos.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

NOTÍCIAS RELACIONADAS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui