quinta-feira, outubro 28, 2021

Como saber se tenho direito ao auxílio emergencial pelo CPF?

Meio a pandemia do Covid-19, o Governo Federal criou ainda em 2020 o auxílio emergencial pelo CPF, para ajudar financeiramente a população. Principalmente àqueles que perderam seus empregos, ou foram afetados negativamente, por conta da doença. Para 2021, já está confirmado que o programa social retornará por mais quatro meses. Entretanto, com valores menores.

Disso, o governo também criou um modo que permitirá você consultar seu auxílio emergencial pelo CPF. Pensando assim, separamos neste artigo algumas informações a respeito deste assunto. Desde como você poderá estar consultando o benefício com seu documento, a alguns outros dados sobre o projeto.

auxílio emergencial pelo CPF

Como consultar o auxílio emergencial pelo CPF

Para que a população não precise baixar o aplicativo Caixa TEM em seus aparelhos celulares, o Governo Federal disponibilizou outros dois caminhos para que as pessoas consigam consultar o auxílio emergencial pelo CPF. Estes são por meio do Dataprev. No caso, poderá acessar os dois seguinte links: www.cidadania.gov.br/consultaauxilio e www.consultaauxilio.dataprev.gov.br.

Em ambos, precisará do CPF, nome completo, data de nascimento e o nome da mãe do beneficiário. Com estes dados em mãos, basta digitá-los nos campos em branco, e enviar para a plataforma, para ter os dados acessados. É um procedimento bastante simples.

Como funcionará o auxílio emergencial para 2021

Diferentemente de 2020, o cadastro do Caixa TEM pelo CPF funcionará de maneira totalmente diferente. No último ano, o benefício foi pago para a população por cerca de quase novem esses. Entretanto, para 2021, isso não acontecerá. O período já estipulado pelo Governo Federal, e aprovado tanto no Senado, quanto na Câmara dos Deputados, foi de apenas quatro meses. Já a começar a partir de abril, indo até o mês de julho. Ainda não há nenhuma conversa sobre uma extensão deste período. Mas, pode acontecer, caso a pandemia do Covid-19 perdure por mais tempo em nosso país.

Em termos dos valores a serem distribuídos no auxílio emergencial pelo CPF, também será diferente. No último ano, o valor médio era de R$ 600,00, com mulheres que são chefe de família recebendo o dobro desta quantia, ou seja R$ 1.200,00. Agora, porém, existirão três faixas diferentes para a população. A primeira de R$ 150,00, destinada para quem mora sozinho, a segunda, de R$ 250,00, para quem tem pelo menos um dependente em seu núcleo familiar, e a última de R$ 375,00. Esta também será destinada apenas para as mulheres que são mães e que precisam arcar com todas as contas sozinhas.

Cadastro para o auxílio emergencial

Na verdade, não há como se cadastrar para o auxílio emergencial pelo CPF, e nem por nenhum outro modo. Isso porque, segundo a Caixa Econômica Federal, entidade responsável por administrar financeiramente todos os programas sociais do Governo Federal, os cadastros que foram feitos em 2020 deverão ser reutilizados pela entidade.

Isso porque, a mesma planeja analisar todos os perfis, para descartar recebimentos fraudulentos. E sem falar que para 2021, o projeto será destinado apenas para quem não participa de outros programas do governo. E que se encontra em situação de extrema necessidade de ajuda financeira. O número de beneficiários está previsto para cair de 64 milhões para 40 milhões.

Pedro Henrique
Pedro Henrique Rhormes é formado em Comunicação Social – Jornalismo, pela Universidade Nove de Julho, e Letras – Tradução e Interpretação, pela Faculdades Metropolitanas Unidas (FMU). Trabalhou como repórter no FOX Sports. Atualmente é editor do E.C. produzindo conteúdo sobre economia e direitos.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

NOTÍCIAS RELACIONADAS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui