quinta-feira, setembro 23, 2021

Renovação do auxílio emergencial volta a ser discutida no Governo

O auxílio emergencial é um dos principais benefícios do Brasil, desde sua criação, ainda em 2020. Até porque, por conta da pandemia do Covid-19, diversas famílias brasileiras precisavam de um amparo financeiro. Isso porque muitas empresas acabaram demitindo diversos funcionários, enquanto que outras até mesmo fecharam suas portas.

Depois de muita conversa a respeito, o programa social retornou para esta edição de 2021. Porém, com algumas condições já limitadas e pré-estabelecidas. Inclusive, voltaram a ser especulados rumores de uma prorrogação do projeto deste ano. Neste artigo, estaremos falando um pouco mais a respeito deste assunto. Siga abaixo as informações.

Período de pagamentos e prorrogação do auxílio emergencial

O auxílio emergencial que foi aprovado para 2021 terá apenas quatro meses de pagamento, a princípio. Isso inclusive foi estipulado pelo próprio Governo Federal, antes de ter liberado o benefício. No caso, os pagamentos eram para ser feitos a partir do mês de abril, para ir até maio, junho e julho.

E disso, caso a pandemia do Covid-19 permaneça ativa por mais tempo, em estado alarmante, a expectativa é de termos o programa social prorrogado. Na verdade, até mesmo o ministro da economia, Paulo Guedes, voltou a falar sobre este assunto nesta última segunda-feira (31 de maio).

Valores do auxílio emergencial

O auxílio emergencial de 2020 foi pago pelo Governo Federal em uma quantia de R$ 600,00, para a maioria de seus participantes. Entretanto, para 2021, com diversos gastos previstos nos cofres públicos, repetir esta quantia se tornou insustentável. Por isso, para a edição deste ano, o valor diminuiu bastante.

Na verdade, são apenas três grupos de pagamentos diferentes. O primeiro é na casa dos R$ 150,00, destinado apenas para quem mora sozinho. Disso, o segundo é para quem possui pelo menos um dependente em seu núcleo familiar, no valor de R$ 250,00. E por fim, o último grupo é de R$ 375,00, para mulheres consideradas chefes de família.

Novos cadastros no auxílio emergencial

Vale a pena lembrar que para a edição de 2021 do auxílio emergencial, não foram disponibilizados novos cadastros. Isso porque, dos 67 milhões de brasileiros que foram beneficiados pelo Governo Federal, houveram diversos casos de recebimentos fraudulentos.

Isso por parte de pessoas que não precisavam receber, e que acabaram ocupando o lugar de outras. E disso, para evitar essa situação, o Dataprev analisou todos os perfis, para deixar somente quem precisava. Então, pouco mais de 27 milhões de perfis foram eliminados automaticamente.

Novos programas sociais

Conforme mencionamos anteriormente, o Governo Federal está estudando uma prorrogação do auxílio emergencial. Entretanto, este não é o único plano que está acontecendo. Na verdade, existe a possibilidade de uma reforma do Bolsa Família, prevista para acontecer após o mês de julho, quando aconteceria o pagamento da última parcela deste benefício.

Isso sem falar em outros programas sociais que estão sendo estudados, para serem criados no segundo semestre deste ano de 2021. Vale a pena dizer que tem se tornado cada vez mais frequência que estados divulguem seus próprios projetos, destinados exclusivamente para os moradores de suas respectivas regiões. Não perca os anúncios do governo.

Pedro Henrique
Pedro Henrique Rhormes é formado em Comunicação Social – Jornalismo, pela Universidade Nove de Julho, e Letras – Tradução e Interpretação, pela Faculdades Metropolitanas Unidas (FMU). Trabalhou como repórter no FOX Sports. Atualmente é editor do E.C. produzindo conteúdo sobre economia e direitos.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

NOTÍCIAS RELACIONADAS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui