quinta-feira, setembro 16, 2021

Auxílio emergencial RS: Deputados pedem ampliação do benefício

Apesar de o quadro de vacinação contra o Covid-19 estar avançando no Brasil, a pandemia ainda é algo preocupante. E disso, muitas pessoas em todo o país foram afetadas financeiramente. Seja porque foram demitidos de seus empregos, porque tiveram suas jornadas de trabalho modificadas, ou até porque foram forçados a fechar seus comércios.

Disso, criou-se a necessidade de trazer à tona diversos programas sociais, para amparar a população. E então, muitos governos estaduais estão decidindo criar seus próprios projetos por conta própria. Sem ter que depender do Governo Federal. Este é o caso do Rio Grande do Sul, que deseja retornar com o auxílio emergencial RS.

Deputados pedem retorno do auxílio emergencial RS

Durante uma sessão na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul (RS), realizada nesta semana, diversos deputados do Rio Grande do Sul fizeram um apelo para que o auxílio emergencial RS volte a ser pago. Lembrando que o mesmo é exclusivamente destinado para as mães solteiras chefes de família.

auxílio emergencial rs
Auxílio emergencial RS: Deputados pedem ampliação do benefício

Uma das principais responsáveis pelo pedido foi Ana Duarte, diretora do Departamento de Assistência Social. A mesma acredita que o benefício no valor de R$ 800, pago pelo estado, não é suficiente para todas. O Governo do Estado do Rio Grande do Sul já conseguiu amparar cerca de 695 mães, que estão nesta situação.

Quem pode receber o auxílio emergencial RS?

Na verdade, não são apenas mães chefes de família que podem receber o auxílio emergencial estadual. De acordo com o Governo do Estado do Rio Grande do Sul, são quatro grupos diferentes que podem receber o programa social. Além das mães, se qualificam também empresas que são registradas no Simples Nacional, microempreendedores individuais (MEI) e também os trabalhadores que estão desempregados.

O benefício foi criado para poder amparar um grupo considerado muito carente entre toda a população gaúcha. Sendo que o método de solicitação do mesmo é igual para qualquer uma destas quatro faixas de entidades diferentes.

Distribuição do auxílio emergencial RS

Além disso, já temos também as informações sobre a distribuição do auxílio emergencial RS. Ao todo, estão sendo investidos cerca de R$ 107 milhões no benefício, para que seja repassado para os inscritos.

E disso, os beneficiários que sejam de setores da alimentação, hospedagem e eventos, e que estejam cadastrados no Simples Nacional, podem receber parcelas de R$ 1.000,00. Enquanto as mães chefes de família recebem R$ 800,00. E já os microempreendedores, e também os desempregados, receberão quantias de R$ 400,00. A quantidade de duas parcelas é válida para todos os tipos de beneficiários.

Mais benefícios

Lembrando que o auxílio emergencial RS não é o único benefício que foi criado, destinado para um estado apenas. No Paraná, por exemplo, há também um auxílio emergencial paranaense deste naipe, criado também para empresas independentes. No Nordeste, diversos estados adotaram o programa Gás Social, que é responsável por distribuir vouchers de gás de cozinha.

Isso para garantir que as famílias da região tenham como cozinhar seus próprios alimentos. Na verdade, até o Distrito Federal adotou, recentemente, o mesmo projeto. Isso sem falar nos diversos programas que foram criados em São Paulo, pelo governador João Dória.

Pedro Henrique
Pedro Henrique Rhormes é formado em Comunicação Social – Jornalismo, pela Universidade Nove de Julho, e Letras – Tradução e Interpretação, pela Faculdades Metropolitanas Unidas (FMU). Trabalhou como repórter no FOX Sports. Atualmente é editor do E.C. produzindo conteúdo sobre economia e direitos.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

NOTÍCIAS RELACIONADAS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui