domingo, outubro 24, 2021

Bolsa do Povo: Como funciona o programa que paga R$500 para paulistas

A pandemia do Covid-19 está ativa no Brasil há pouco mais de um ano. E, desde então, diversas famílias brasileiras têm sido afetadas financeiramente. Por conta disso, tanto o Governo Federal quanto os estaduais acabaram optando por criar diversos programas sociais diferentes.

Todos estes para darem um certo amparo a quem está em situação de extrema necessidade. E agora, o Governo do Estado do São Paulo anunciou na última quarta-feira (14 de julho) mais um projeto. Este é o Bolsa do Povo Educação, que é uma grande iniciativa para ajudar todos aqueles que estão estudando ou que estão prestes a se matricular.

Como funcionará o Bolsa do Povo?

Segundo o governador do Estado de São Paulo, João Dória, o programa social é feito exclusivamente para alunos da rede estadual de ensino, matriculados nas respectivas escolas do governo. E que, tal iniciativa deverá favorecer cerca de 20 mil pessoas, que deverão ser contratadas para prestar serviços às escolas.

bolsa do povo
Bolsa do Povo: Como funciona o programa que paga R$500 para paulistas

Tais pessoas serão escolhidas para atuar no acompanhamento de protocolos sanitários, principalmente, para garantir um retorno das aulas presenciais bastante seguros, tanto para estudantes, quanto para funcionários. Lembrando que por conta da pandemia, muitos estabelecimentos têm se tornado extremamente rigorosos em questão de limpeza e distanciamento social.

Valor do Bolsa do Povo e período de pagamento

Com relação ao valor do Bolsa do Povo, vale a pena dizer que estas 20 mil pessoas que forem escolhidas receberão uma quantia de R$ 500,00 através de uma espécie de auxílio cesta básica. Apesar disso, o Governo do Estado de São Paulo ainda não especificou quantas horas por dia cada um terá que passar nas escolas nas quais forem designados.

Mas, já estipulou, por exemplo, o número de parcelas que serão pagas, sendo estas um total de seis. Ou seja, cada um terá um período de meio ano para receber o benefício do governo.

Como se inscrever no Bolsa do Povo?

Para se inscrever no Bolsa do Povo é bastante simples. Primeiramente, tenha ciência da data de cadastro. O processo seletivo se iniciou nesta última segunda-feira (19) e deverá ir até o último dia do mês, ou seja, até 31 de julho. E para tal, acesse o endereço eletrônico https://www.bolsadopovo.sp.gov.br/.

Disso, terá que preencher um formulário utilizando todos os seus dados pessoais, como nome, CPF e número do PIS/PASEP. A medida foi criada pelo Governo do Estado de São Paulo para ajudar no combate a pandemia do Covid-19. E principalmente para promover que as pessoas possam retornar à normalidade o quanto antes.

Requisitos para poder participar

Caso você queira participar do programa Bolsa do Povo, é necessário cumprir alguns requisitos. Sendo que alguns destes são obrigatórios, enquanto outros são opcionais. Os obrigatórios são ser responsável legal por um aluno da rede estadual, estar desempregado há pelo menos três meses, ter de 18 a 59 anos, e morar próximo à unidade escolar.

Já os opcionais são estar cadastrado na plataforma do Cadastro Único, ser mãe de aluno que frequenta a rede estadual, ter um filho estudando na escola que tem interesse, uma proximidade entre o endereço residencial e a escola, e ser maior de idade, principalmente. Estas são as exigências para que possa participar.

Pedro Henrique
Pedro Henrique Rhormes é formado em Comunicação Social – Jornalismo, pela Universidade Nove de Julho, e Letras – Tradução e Interpretação, pela Faculdades Metropolitanas Unidas (FMU). Trabalhou como repórter no FOX Sports. Atualmente é editor do E.C. produzindo conteúdo sobre economia e direitos.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

NOTÍCIAS RELACIONADAS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui