quarta-feira, agosto 4, 2021

Bolsa Família pode aumentar em R$ 90 ainda em 2021

O Bolsa Família é o programa social mais popular do Brasil, desde sua criação, ainda no começo dos anos 2000. Mas, desde então, sempre foi considerado um projeto de emergência, para garantir o estado de sobrevivência dos beneficiários. Sem falar que só pode ser recebido por aqueles que estão em uma situação de extrema pobreza.

E por sempre ter tido um valor muito baixo, o Governo Federal entende que se tornou necessário aumentar o valor do benefício. Segundo o presidente da república, Jair Bolsonaro, as mudanças podem acontecer já neste ano, para este segundo semestre no qual estamos entrando.

Bolsa Família pode aumentar ainda este ano

Originalmente, a proposta era de que as mudanças no Bolsa Família fossem efetuadas apenas em 2022. Entretanto, graças a prorrogação do PIS/PASEP, sobrou uma boa quantia nos cofres públicos. Estas que são suficientes para efetuar o avanço já em 2021.

bolsa família

O desejo de Jair Bolsonaro é elevar o benefício para os R$ 300,00, sendo que, hoje, o projeto é pago na casa dos R$ 190. Entretanto, o Ministério da Economia já disse que tal valor não será possível, e que devemos ter um aumento do bolsa família de no máximo R$ 90,00. O que totalizaria uma quantia de R$ 280,00.

Outras mudanças no Bolsa Família

Além dos valores, existem outras mudanças que também devem acontecer no Bolsa Família. Como por exemplo, o método no qual as pessoas efetuam as inscrições para o programa. Hoje, é necessário, primeiramente, fazer um cadastro no sistema do Cadastro Único, que é utilizado pelo Governo Federal para analisar o perfil de todos os futuros beneficiários de seus programas sociais.

E disso, tem que se dirigir até a prefeitura de sua cidade para solicitar o mesmo. Entretanto, com a reforma, ainda será necessário se registrar no CadÚnico, mas, agora um aplicativo está sendo desenvolvido para evitar a deslocação das pessoas.

Novas adições ao Bolsa Família

Os valores e métodos de inscrição não as únicas coisas que serão alteradas no Bolsa Família. Na verdade, haverá também o acréscimo de alguns incentivos no programa. Como por exemplo:

  1. Primeiramente, um auxílio creche de R$ 52,00 por criança
  2. Posteriormente, um bônus anual para o melhor aluno da rede pública, de R$ 200,00
  3. Além disso, uma bolsa mensal de R$ 100,00, sem falar em um prêmio anual para estudantes científicos e técnicos de destaque, no valor de R$ 1.000. A ideia do Governo Federal é incentivar o estudo dos mais jovens

Criação de outros programas sociais

O Bolsa Família não é o único programa social que está sendo estudado pelo Governo Federal. Na verdade, existem outros benefícios que estão sendo recriados e reinstituídos. Como por exemplo, o auxílio emergencial, que foi até mesmo prorrogado para o final do ano.

Além deste, a antecipação do 13º salário do INSS, e o Benefício Emergencial (BEm) também retornaram para 2021. Para empresas, existe o PRONAMPE, que cria linhas de crédito para pequenas companhias. Tudo isso durante este período do Covid-19, para prestar o devido suporte a todos aqueles que foram afetados financeiramente por conta do vírus. Mais benefícios devem ser projetados em breve.

Pedro Henrique
Pedro Henrique Rhormes é formado em Comunicação Social – Jornalismo, pela Universidade Nove de Julho, e Letras – Tradução e Interpretação, pela Faculdades Metropolitanas Unidas (FMU). Trabalhou como repórter no FOX Sports. Atualmente é editor do E.C. produzindo conteúdo sobre economia e direitos.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

NOTÍCIAS RELACIONADAS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui