quarta-feira, agosto 4, 2021

Bolsonaro anuncia fim da cobrança do Laudêmio no Brasil

A taxa de laudêmio é destinada para todos os proprietários de terrenos de marinha e interiores, e também ocupantes regulares de imóveis da União. Desde que tenham adquiridos o domínio pleno das propriedades. Nesta última quinta-feira (10 de julho) o presidente da república, Jair Bolsonaro, disse que estará retirando todas estas taxas, além de outras patrimoniais.

Esta decisão integra o Programa SPU, que tem como objetivo ativar a economia, por meio de uma contabilização de cerca de R$ 110 bilhões. Mas, essa apenas por meio de imóveis da União, até o ano de 2022. E lembrando que tal movimentação deverá ter impacto em mais de 600 mil imóveis.

laudêmio

Remição para a taxa de laudêmio

A Secretaria de Coordenação e Governança do Patrimônio da União (SPU), que é regida pelo Ministério da Economia, é quem está tratando da taxa de laudêmio. No caso, é órgão quem lançará toda a remição do foro digital, e que também regulamentará a nova Proposta de Manifestação de Aquisição (PMA).

Tal proposta deverá ser finalizada até outubro deste ano, e a remição deverá ser feita por meio do aplicativo SPUApp. E disso, será possível fazer a compra de até 300 mil imóveis em terrenos da marinha e interiores, sem ser necessário pagar qualquer tributação ao Governo Federal, por conta disso.

Leiam também: Bolsa Família pode aumentar em R$ 90 ainda em 2021

Além disso, a outra mudança muito importante a respeito das regras do imóvel. A partir de quando a proposta entrar em vigor, aqueles que possuem apenas 83% do imóvel poderão adquirir os outros 17% restantes da União.

E ainda podem ter um desconto de até 25%, se efetuar o pagamento da propriedade a vista. Lembrando que a partir deste momento, quem aderir a remição, ficará totalmente livre de pagar taxas de laudêmio, que hoje equivalem a 5% do valor total do imóvel. E que precisa ser quitada no momento em que efetua a transferência da propriedade.

Leiam também: PIS/PASEP onde encontrar o número pra sacar o abono?

Outros casos referentes a taxa de laudêmio

A remição não é o único procedimento que pode ser utilizado para regularizar um imóvel. Na verdade, aqueles que ocupam regularmente uma propriedade, e que pagam a taxa de laudêmio anualmente, para utilizar o espaço, também podem adquirir as mesmas. Até porque, nestes casos, o território é integralmente da União.

E disso, todos aqueles que possuem algum interesse na compro do mesmo, poderão manifestar seus interesses por meio da Proposta de Manifestação de Aquisição (PMA). A mesma ainda será regulamentada pela SPU, com mais de 300 mil ativos sendo impactados em nosso país.

Leiam também: O que mudou no cálculo do Score Serasa?

Quando que as mudanças serão implementadas?

As mudanças referentes as taxas de laudêmio são algo muito importante para proprietários de imóveis no Brasil. E, visto isso, o Governo Federal corre contra o tempo para constituir as mudanças o mais breve possível. A grande expectativa é de que até outubro já tenham uma solução definida a respeito disso.

Entretanto, não é um prazo oficial e pré-determinado. Portanto, pode ser que demore um pouco mais de tempo para que o governo consiga de fato efetuar mudanças. Principalmente neste tempo de Covid-19 que estamos vivendo atualmente, com diversas prorrogações de reuniões e julgamentos.

Pedro Henrique
Pedro Henrique Rhormes é formado em Comunicação Social – Jornalismo, pela Universidade Nove de Julho, e Letras – Tradução e Interpretação, pela Faculdades Metropolitanas Unidas (FMU). Trabalhou como repórter no FOX Sports. Atualmente é editor do E.C. produzindo conteúdo sobre economia e direitos.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

NOTÍCIAS RELACIONADAS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui