sexta-feira, dezembro 3, 2021

Cadastro Único: Quando não é preciso atualizar cadastro?

O auxílio Brasil é um dos mais novos programas sociais que está sendo desenvolvido pelo Governo Federal. O mesmo tem como principal objetivo reformar o modelo antigo do Bolsa Família, que deverá deixar de existir. Isso já a partir deste mês de novembro, segundo exigência do próprio presidente da república. E disso, interessados devem se registrar na plataforma do Cadastro Único. A mesma é um sistema utilizado pelo próprio governo, para analisar o perfil de todos aqueles que desejam receber algum benefício da entidade federal.

E disso, neste artigo, estaremos falando mais a respeito do assunto, principalmente relacionado ao programa social.

Quem pode se registrar no Cadastro Único?

Caso você tenha interesse em se registrar no Cadastro Único, saiba que existe um grupo exclusivo de pessoas que podem se inscrever na plataforma. São eles:

  1. Primeiramente, famílias que possuem alguma renda mensal, de no máximo meio salário mínimo por pessoa
  2. Posteriormente, qualquer família que tenha uma renda mensal total de até três salários mínimos
  3. Disso, famílias que recebem mais do que três salários mínimos, mas, que sejam público alvo de algum programa, benefício ou serviço específico do governo
  4. Então, por fim, temos pessoas que moram sozinhas, e até mesmo aquelas que vivem em situação de rua

Como se inscrever no Cadastro Único

Se tem interesse em se inscrever no Cadastro Único, só existe um método para tal. Primeiramente, é necessário que se dirija presencialmente até uma agência do Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS). Ou então, em um Centro de Referência de Assistência Social (CRAS).

O cadastro precisa ser feito preferencialmente por qualquer mulher acima dos 16 anos de idade. Disso, o responsável pela família precisa responder m questionário, até mesmo sobre os demais membros que residem na mesma casa que ele.

Documentos para se inscrever no Cadastro Único

Supondo que você esteja planejando ir até o CRAS ou CREAS para se inscrever no Cadastro Único, saiba que é necessário entregar uma série de documentos. Como por exemplo:

  1. Primeiramente, o título de eleitor ou CPF do próprio responsável familiar que vai até a agência
  2. Posteriormente, o comprovante de endereço também é sugerido. Até para não haver nenhum erro na hora do cadastro
  3. Disso, todos os demais membros do núcleo familiar precisam ter os seguintes documentos: CPF, RG, a certidão de nascimento, a certidão de casamento (para casados), a carteira de trabalho, ou o título de eleitor

Quem não precisa se preocupar?

Existem também alguns casos de beneficiários que não precisam se preocupar em atualizar o Cadastro Único. Isso porque já fizeram a atualização recente de seus próprios dados, e disso, não precisam efetuar novamente. E quem já recebe programas sociais do Governo Federal também já está incluso.

Vale a pena destacar que a entidade federal também suspendeu a atualização dos cadastros no CadÚnico, até o fim do ano. Isso por conta da pandemia do Covid-19, justamente para evitar novas aglomerações nas agências do CRAS ou CREAS. Isso vale apenas para aqueles que ainda precisam se inscrever nos projetos sociais que são promovidos pelo governo.

Pedro Henrique
Pedro Henrique Rhormes é formado em Comunicação Social – Jornalismo, pela Universidade Nove de Julho, e Letras – Tradução e Interpretação, pela Faculdades Metropolitanas Unidas (FMU). Trabalhou como repórter no FOX Sports. Atualmente é editor do E.C. produzindo conteúdo sobre economia e direitos.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

NOTÍCIAS RELACIONADAS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui