terça-feira, abril 6, 2021

Cálculo do Seguro-Desemprego: Confira qual o valor que você tem direito?

O seguro-desemprego é um dos benefícios mais importantes em todo o Brasil. Isso porque, o mesmo dá uma segurança maior a quem foi recentemente demitido de seu emprego. Por meio de algumas parcelas com quantias consideráveis, o ex-funcionário pode ter um bom amparo financeiro, até conseguir arrumar um novo trabalho. Entretanto, com o surgimento de uma nova medida provisória que está sendo discutida pelo governo, tudo pode mudar.

Apesar de ainda não estar ativa, seguimos com o antigo padrão do benefício. Pensando assim, separamos neste artigo algumas informações a respeito do cálculo do seguro-desemprego. Isso claro, para quem deseja saber quanto tem direito a receber.

cálculo do seguro-desemprego

Cálculo do seguro-desemprego: quantas parcelas a receber?

Atualmente, o cálculo do seguro-desemprego não leva em conta quantas parcelas a receber você tem. Na verdade, é feita toda uma média com base nos seus salários. Mas, fique tranquilo, pois este é um tema que discutiremos futuramente, ainda neste artigo. Em relação ao período de recebimento do benefício, este varia de três a cinco meses.

Entretanto, com a nova medida provisória que está sendo estudada pelo Governo Federal, este número pode cair drasticamente. Existem casos de que quem recebe três parcelas, passaria a receber apenas uma, por exemplo.

Qual o cálculo do seguro-desemprego?

Caso você queira saber como faz o cálculo do seguro-desemprego, vamos direto ao assunto. Na verdade, existem até três grupos diferentes de valores, a serem calculados. Abaixo, separamos cada um dos três, e seus respectivos métodos. Siga:

  1. Primeiramente, para quem recebe salários de até R$ 1.683,74, deve se multiplicar o salário médio por 0.8
  2. Posteriormente, para quem recebe entre R$ 1.683,74 e R$ 2.806,53, o cálculo é um pouco diferente. Você deve pegar o excedente de R$ 1.683,74 e multiplicar por 0.5. E disso, somar este valor a R$ 1.347,00.
  3. E por fim, para quem recebe mais que R$ 2.806,53, não existe conta. Você será pago R$ 1.909,34, fixo.

Especificações do cálculo do seguro-desemprego

Se você ficou em dúvida quanto ao último valor do cálculo do seguro-desemprego, tal número já é pré-definido pelo Governo Federal. Na verdade, o teto máximo deste programa social é de R$ 1.909,34. Portanto, se você está no grupo mais alto de salários, receberá automaticamente esta quantia.

Sem falar que, o cálculo do mesmo deverá ser feito com base na média de seus últimos três salários. Se não tiver três, deverá ser feito pela divisão de seus últimos dois. E em caso de apenas um mês trabalhado, será feito com base nos dias trabalhados, proporcionalmente.

Quem pode receber o benefício?

Além de fazer o cálculo do seguro-desemprego, também é necessário que saiba quem pode participar do programa social. Ele não é destinado para todo mundo. Na verdade, para se inscrever, primeiramente, você precisa ter sido registrado sob as Consolidações das Leis do Trabalho (CLT). Ou seja, é necessário ter registro em carteira.

Fora que, se você tiver sido demitido por justa causa, estará automaticamente eliminado de qualquer possibilidade. Além disso, estagiários e funcionários independentes, pessoas jurídicas ou de contratos externos, também não poderão participar do mesmo. Portanto, tenha ciência destas condições.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

NOTÍCIAS RELACIONADAS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui