sexta-feira, dezembro 3, 2021

Empréstimo consignado INSS muda a partir de 1º de janeiro

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) é uma das maiores entidades do Governo Federal, aqui no Brasil. Isso porque, a mesma desenvolve um papel crucial em nossa sociedade. A empresa é responsável por coletar todas as contribuições que são feitas a previdência social, por parte dos trabalhadores.

Sejam elas voluntariadas, ou até mesmo por desconto em folhas salariais. E disso, pegam todas essas contribuições e transformam em benefícios para os próprios contribuintes. Um deles, que tem se tornado muito popular entre as pessoas, é o empréstimo consignado INSS. Esse que, por sinal, deverá sofrer algumas alterações a partir de 1º de janeiro.

Mudanças no empréstimo consignado INSS

Ainda neste ano de 2021, a margem do empréstimo consignado INSS foi modificada, para os beneficiários. Essa foi ampliada de 35% para 40% até 31 de dezembro. E disso, sua distribuição consiste em 35% com o consignado, e mais 5% com o uso do cartão.

empréstimo consignado inss
Empréstimo consignado INSS muda a partir de 1º de janeiro

Entretanto, após o dia 1º de janeiro do ano que vem, tal limite deverá voltar para a casa dos 35%. E então, sua distribuição também deverá ser movimentada. Como por exemplo, a expectativa é de que 30% do valor seja destinado para solicitar empréstimos. Disso, mais 5% serão destinados para o uso de cartão. Exatamente como já está acontecendo no modelo atual.

Suspensão do empréstimo consignado INSS

Existem alguns casos específicos de que quem já contratou o crédito consignado INSS pode solicitar a suspensão do mesmo por até quatro meses, as parcelas. Entretanto, no ano que vem, tal suspensão não será mais obrigatória. E disso, o aposentado em questão precisa estar atento aos casos nos quais as empresas financeiras ou até mesmo bancos lhe ofereçam a possibilidade de prazo adicional.

Entretanto, verifique com as empresas em questão que tais mudanças podem influenciar nas taxas de serviço ou até mesmo taxas de juros aplicadas. Portanto, cheque todas as condições antes de qualquer coisa.

Impacto das mudanças no empréstimo consignado INSS

Vale a pena citar que todas essas mudanças acima, fizeram com que o empréstimo consignado INSS tivesse um impacto muito grande. Até porque, houve um aumento significativo no número de contratos de consignados. Estes que foram solicitados pelos segurados, e até mesmo por averbados, em um período de três anos.

Como por exemplo, em 2019 tivemos 32.486.547 casos totais, enquanto que em 2020, foram 37.316.388. Já para 2021, até o início deste mês de novembro, foram 37.877.912, tendo um impacto muito menor do que na virada de 2019 para 2020.

Quantos empréstimos podemos solicitar?

Apesar do nome assustar um pouco, o empréstimo consignado INSS é algo, na verdade, bastante flexível. Tanto que, é possível solicitar mais de um pedido de crédito para a entidade do Governo Federal. E de acordo com a empresa, até o dia 31 de dezembro, os segurados podem ter até nove empréstimos pessoais consignados ativos.

Isso por parte de instituições diferentes, ao mesmo tempo. Desde que claro, esses empréstimos não ultrapassem o limite de 40% do valor do benefício. E antes desta informação, o limite era restrito a somente seis contratos ativos. Portanto, tome cuidado.

Pedro Henrique
Pedro Henrique Rhormes é formado em Comunicação Social – Jornalismo, pela Universidade Nove de Julho, e Letras – Tradução e Interpretação, pela Faculdades Metropolitanas Unidas (FMU). Trabalhou como repórter no FOX Sports. Atualmente é editor do E.C. produzindo conteúdo sobre economia e direitos.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

NOTÍCIAS RELACIONADAS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui