terça-feira, abril 6, 2021

FGTS-Petrobras: Vale a pena sacar o fundo aplicado na Petrobras?

As ações da Petrobrás seguem em queda livre no mercado de ações. Isso porque, nesta última segunda-feira (22 de fevereiro), as mesmas desvalorizaram 21.5%. Com isso, muitas pessoas estão em dúvidas se devem ou não as vender. Principalmente as dos fundos FGTS-Petrobras, até porque, o dinheiro investido que for retirado daqui será retornado automaticamente ao Fundo de Garantia do Tempo de Serviço.

Pensando assim, você encontrará algumas informações muito interessantes sobre este tema, aqui neste artigo. Principalmente se você deve ou não vender tais ações, com base no mercado e suas flutuações, e o que esperar para o futuro.

FGTS-Petrobras
FGTS-Petrobras

Como é o fundo da FGTS-Petrobras

Desde 2000 é possível que cotistas do FGTS possam aplicar parte, ou até valores totais, deste recurso, em um investimento de ações da Petrobras. Tal manobra foi implementada pelo próprio governo federal. E desde então, tais fundos tiveram um rendimento de 743%. Entretanto, estes valores começaram a cair drasticamente, na última década.

O retorno, na verdade, foi negativo. O FGTS, que havia acumulado 150% até este período, teve uma queda de 7,9%. Já no último ano, as ações da Petrobras caíram 7%, enquanto que o FGTS teve uma valorizam acima dos 3%. Isso mostra o quão inconstante está o mercado.

Leia mais: Novo Auxílio Emergencial pode ser de R$ 250 para 40 milhões de pessoas

Vender ou seguir com ações da FGTS-Petrobras?

É muito difícil poder afirmar qualquer coisa sobre as ações da FGTS-Petrobras a esta altura do campeonato. Até porque, a queda brusca já aconteceu, e não há nenhum novo indício de que uma baixa tão grande acontecerá tão cedo. Então, a possibilidade de um aumento, mesmo que baixo, é muito grande. Fica a critério do trader decidir ficar ou não.

Avaliando, claro, se ainda vale a pena confiar na empresa, e principalmente em seu futuro. Lembrando que a Petrobrás constantemente tem tido sua imagem vinculada, negativamente, na imprensa. Isso por problemas com o governo, incluindo o presidente da república, Jair Bolsonaro.

Veja também: Bolsa-Trabalho: Governo anuncia benefício de até R$ 450 para 100 mil

Novo presidente pode desestabilizar o mercado

Recentemente, a estatal ganhou um novo presidente: Joaquim Silva e Luna. E com isso, mais incertezas ganharam forças no mercado de trabalho. Até porque, não sabemos quais mudanças deverão acontecer dentro da companhia, que sejam fortes suficiente para impactar o FGTS-Petrobras. Isso claro, de maneira positiva, ou até mesmo negativa.

Portanto, para aqueles que visam retirar suas quantias investidas nas ações, em um período próximo, é necessário muito pensamento. E principalmente, acompanhamento das notícias e movimentações das empresas. Pois, somente assim, será possível avaliar o progresso ou regresso deles.

Fique ligado: Saque Aniversário do FGTS: Confira o calendário de saques

Pense em seu planejamento

Em termos de vender ou não suas ações do FGTS-Petrobras, isso pode valer muito de qual é o seu planejamento. Se você pretendia retirar as quantias em um prazo aproximado, então, talvez seja mais interessante que você as vendas rapidamente. Até porque, seguindo o mercado nos dias de hoje, o cenário de quedas tem sido muito impactante.

Agora se não tem pressa e pode deixar a quantia investida, então talvez seja melhor mantê-las. Até porque, o mercado pode subir daqui um tempo, e suas ações receberem altas desproporcionais. É tudo uma questão de saber observar o mercado e quais são as flutuações passageiras.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

NOTÍCIAS RELACIONADAS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui