quinta-feira, setembro 16, 2021

Fim do auxílio emergencial é confirmado por Bolsonaro

O auxílio emergencial tem se tornado o principal benefício pago no Brasil, desde o último ano. Até porque, por conta da pandemia do Covid-19, muitas pessoas foram afetadas financeiramente. Seja por terem perdido seus empregos, terem tido suas jornadas de trabalho modificadas, ou por terem sido forçados a fechar seus empreendimentos.

Disso, se tornou necessária a criação de um programa social para amparar a todos. A edição de 2021 sequer era para ter acontecido, mas, foi criada pelo Governo Federal mesmo assim. E nesta semana, o presidente da república, Jair Bolsonaro, admitiu que o projeto deverá ser encerrado ao término do pagamento a última parcela.

Auxílio emergencial já tem data prevista para ser encerrado

O auxílio emergencial já tem data para ser encerrado, segundo o presidente da república, Jair Bolsonaro. Vale a pena lembrar que, originalmente, para 2021, o benefício seria pago em apenas quatro parcelas. Ou sendo, indo dos meses de abril, maio, junho e julho.

auxílio emergencial
Fim do auxílio emergencial é confirmado por Bolsonaro

Entretanto, porque o quadro de vacinas no país ainda estava muito lento, o Governo Federal decidiu prorrogar o pagamento por mais três meses. Ou seja, agora, o mesmo ia até agosto, setembro e outubro. E após os pagamentos da última parcela, o projeto deixará de ser pago.

Por que auxílio emergencial será cancelado?

O auxílio emergencial será cancelado em outubro por um único motivo: a chegada do auxílio Brasil. O mesmo vem para substituir o modelo atual do Bolsa Família, já instituído inclusive por meio de uma medida provisória. E disso, com o auxílio da pandemia tendo sido suspenso, o Governo Federal poderá encontrar mais algumas verbas públicas para ajudar no pagamento da reforma.

Até porque, a entidade encontrou muitas dificuldades em fixar uma fonte para que o programa social possa retirar suas verbas. Lembrando que hoje mais de 40 milhões de brasileiros recebem o auxílio. Enquanto que no novo, devemos ter no máximo 17 milhões.

Valores do auxílio emergencial serão mantidos

Apesar de já ter data para se encerrar, o auxílio emergencial deverá manter os seus pagamentos até o fim. Em 2020, o valor pago era o de R$ 600,00, para todos os beneficiários. Entretanto, em 2021, isso mudou para três grupos. O primeiro deles na casa dos R$ 150,00, para quem mora sozinho.

O segundo, de R$ 250,00, é destinado exclusivamente para pessoas que possuem ao menos um dependente em seu núcleo familiar. E por fim, temos a quantia de R$ 375,00. Apenas para mulheres consideradas chefes de família.

Expectativas frustradas

O ano de 2021 foi muito conturbada para o auxílio emergencial. Primeiramente porque as pessoas esperavam que o mesmo fosse pago no mesmo valor do ano passado. O que não aconteceu. Sem falar que também esperavam que o projeto fosse pago desde o primeiro mês do ano, até dezembro, algo que também não aconteceu.

Até porque, originalmente o programa social estava previsto para ser pago por apenas quatro parcelas. Até que foi prorrogado por mais três. Existia também a expectativa de que o benefício fosse novamente prorrogado, para o fim do ano, algo que não aconteceu. Principalmente após as declarações mais recentes de Jair Bolsonaro.

Pedro Henrique
Pedro Henrique Rhormes é formado em Comunicação Social – Jornalismo, pela Universidade Nove de Julho, e Letras – Tradução e Interpretação, pela Faculdades Metropolitanas Unidas (FMU). Trabalhou como repórter no FOX Sports. Atualmente é editor do E.C. produzindo conteúdo sobre economia e direitos.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

NOTÍCIAS RELACIONADAS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui