Início Impostos Imposto de Renda: Reforma aumentará em 36% o IRPF da classe média

Imposto de Renda: Reforma aumentará em 36% o IRPF da classe média

0
256
imposto de renda
Imposto de Renda: Reforma aumentará em 36% o IRPF da classe média brasileira

O imposto de renda tem sido um dos principais motivos de discussão na justiça brasileira. Isso porque, o Governo Federal deseja realizar uma verdadeira reforma do Imposto de Renda no mesmo. E segundo a proposta que foi apresentada na Câmara dos Deputados, na semana passada, mais contribuintes deverão gozar da isenção da declaração.

Isso, claro, para a classe mais popular do Brasil. Mas, para quem recebe mais de R$ 3.300,00, a situação será totalmente diferente. Pois, nestas situações, a taxação será muito maior do que é hoje em dia. Isso porque o direito ao desconto simplificado será reduzido drasticamente.

imposto de renda
Imposto de Renda: Reforma aumentará em 36% o IRPF da classe média brasileira

Aumento do pagamento do imposto de renda

Conforme mencionamos anteriormente, a Receita Federal pretende aumentar a tributação do Imposto de Renda, com base no quanto você teve de rendimentos. Ou seja, quanto mais ganha, mais será tributado. Um dos números que foi divulgado, por exemplo, é para quem recebe mais de R$ 7.000,00 por mês.

Nestas situações, terão que pagar 36% a mais do que foi cobrado em 2020. Segundo as projeções levantadas pela entidade, em 2022 deverão ser recolhidos aproximadamente R$ 9,98 bilhões, e no ano seguinte, tal quantia poderá chegar até os R$ 11,4 bilhões. Portanto, devemos ter um aumento significativo de dinheiro gerado para os cofres públicos, muito em breve.

O desconto no imposto de renda

Com a reforma do imposto de renda 2022 que está sendo proposta, toda a classe média será afetada. Isso porque, todos os declarantes recebiam um desconto automático de 20% na declaração, para a Receita Federal. Entretanto, agora, só terão direito ao desconto os trabalhadores que ganharem no máximo R$ 3.300,00 por mês. Para os demais que recebem mais do que isso, terão que declarar gastos mais elevados com serviços médicos, educação, ou outros métodos para obterem isenção. Até mesmo despesas com dependentes, ou por meio do INSS, também podem ser relacionados para quem deseja obter o desconto.

Ainda citando o exemplo anterior, da pessoa que tem uma renda de R$ 7.000,00 por mês, com o desconto e 20%, a mesma teria que pagar para a Receita cerca de R$ 671,00 por mês. Entretanto, sem o mesmo, tal valor sobe para R$ 931,75 em doze parcelas. Tal quantia é considerada menor que o que é descontado todos os meses no contracheque de cada um. E por isso, a Receita Federal é obrigada a devolver parte do imposto de renda que foi pago, em forma da restituição. Por isso, aconselhamos que sempre envie sua declaração o quanto antes, para já cair em um dos primeiros lotes de pagamentos do Governo Federal.

Onde declarar?

Caso você tenha dúvidas de onde efetuar sua declaração do imposto de renda, isso é bastante simples. Na verdade, tudo que precisa fazer é baixar o programa da IRPF na internet, em seu computador. O mesmo pode ser encontrado no site oficial da Receita Federal.

Entretanto, ainda existe uma outra alternativa, para aqueles que não tem computadores, ou que não querem instalar nada em suas máquinas. Disso, é possível baixar o app em seu telefone celular, totalmente gratuito. O aplicativo está disponível tanto para Android, quanto para iPhone. Portanto, pode baixá-lo sem problema.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui