segunda-feira, outubro 25, 2021

Inscrição FIES: Confira quais os documentos necessários

O Fundo de Financiamento ao Estudante do Ensino Superior (FIES) é um dos principais programas educacionais do Brasil. O mesmo é responsável por ajudar estudantes que concluíram o ensino médio a ingressarem em uma instituição de ensino superior. Isso por meio de financiamentos integrais e até mesmo parciais dos cursos que escolheram.

Disso, vale a pena destacar que podem participar apenas faculdades particulares. Já para públicas, ou no caso de até mesmo bolsas de estudos, são outros projetos utilizados. Mas, independentemente disso, também utiliza a nota do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) como base para listar as aprovações.

Prazo final para a inscrição no FIES

O Ministério da Educação (MEC) é a entidade responsável pela administração do FIES 2021. E disso, a mesma enviou um comunicado oficial nesta semana alertando que os estudantes que foram aprovados têm até esta sexta-feira (17 de setembro), para poder realizar sua matrícula na instituição de ensino de interesse.

FIES
Inscrição FIES: Confira quais os documentos necessários

E disso, é necessário também que efetuem a contratação do financiamento, junto ao MEC. Lembrando que as condições financeiras são criadas pela entidade em conjunto com a Caixa Econômica Federal, que é a principal instituição bancária utilizada pelo Governo Federal. Disso, lhes serão apresentadas diversas alternativas diferentes.

Documentos para se matricular com o FIES

Além de respeitar a data limite de inscrições, conforme citamos acima, ainda é preciso também apresentar alguns documentos. Estes para poder efetuar a sua matrícula com a instituição de ensino superior que você tem interesse. Lembre-se que, neste caso, é necessário que a mesma seja uma escola particular. Abaixo, separamos todos estes dados para você, que quer participar do FIES. Confira:

  1. Primeiramente, entregar o seu contrato do financiamento que foi gerado pelo Ministério da Educação
  2. Posteriormente, apresentar alguns documentos de identificação, como por exemplo o RG, o CPF, a carteira de habilitação, sua certidão de nascimento ou até mesmo certidão de casamento
  3. Disso, apresentar algum comprovante de residência. Os aceitos atualmente incluem contas de água, de luz, boletos, faturas de telefone, ou até mesmo documentos que contenham alguma informação de residência do candidato. Mesmo que não esteja em seu nome
  4. Comprovantes de rendimentos também são cruciais aqui. Principalmente os contracheques, declarações de imposto de renda de pessoa física, entre alguns outros. Até porque, para participar do FIES, o MEC analisa toda a sua vida financeira
  5. E por fim, um comprovante de escolaridade, como o histórico escolar, a declaração de conclusão, ou até mesmo um certificado de conclusão em exames supletivos. ENCCEJAs também são aceitos

Conheça o PFIES

O PFIES, também conhecido por P-FIES, também é uma modalidade de financiamento estudantil. Esta, entretanto, não tem nada de relacionado com o que é organizado pelo Ministério da Educação. Na verdade, o novo modelo é administrado por instituições bancárias privadas.

E disso, vão te oferecer condições diferentes das consideradas normais. Por exemplo, no que é administrado pelo MEC, o limite de renda é de no máximo três salários mínimos. Enquanto que pelos bancos, o limite sobe para cinco. Mas, vale a pena citar também que as condições de juros são muito maiores.

Pedro Henrique
Pedro Henrique Rhormes é formado em Comunicação Social – Jornalismo, pela Universidade Nove de Julho, e Letras – Tradução e Interpretação, pela Faculdades Metropolitanas Unidas (FMU). Trabalhou como repórter no FOX Sports. Atualmente é editor do E.C. produzindo conteúdo sobre economia e direitos.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

NOTÍCIAS RELACIONADAS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui