quinta-feira, setembro 16, 2021

Lista de Espera FIES: Confira como participar do programa

O Fundo de Financiamento ao Estudante do Ensino Superior (FIES) é um dos principais programas educacionais do Brasil. O mesmo serve para auxiliar estudantes que estão concluindo o ensino médio, e que desejam ingressar em uma instituição de ensino superior. Mas, este desde que seja apenas por faculdades particulares. Ou seja, aquelas que cobram mensalidade e matricula.

Até porque, o programa cria financiamentos para aqueles que não possuem condições de pagar o curso na hora. E disso, você só efetua o pagamento dele após a conclusão e a obtenção de seu diploma. Ou, quando trancar sua matrícula. E recentemente, o Ministério da Educação divulgou a lista de espera do programa.

FIES tem prazo para complementação de informação

Recentemente, o FIES 2021 abriu seus prazos para todos os que queriam ingressar em uma faculdade, mas, que estavam na lista de espera. E agora, começou o prazo para a complementação de informação dos documentos do FIES. Isso para aqueles que foram aprovados, e que precisam destes para poder efetuar sua matrícula.

fies
Lista de Espera FIES: Confira como participar

Caso esteja entre estes selecionados, então, terá até o fim do mês de agosto para poder fazer isso. E se perder este tempo, então, perderá a sua vaga, e só poderá se inscrever no próximo semestre. Este que está previsto apenas para 2022.

Documentos necessários para o FIES

Caso você tenha sido aprovado no FIES e está fazendo sua matrícula, é necessário entregar alguns documentos. Estes como exemplo:

  1. Primeiramente, o Documento de Regularidade de Inscrição (DRI). Este é emitido pela Comissão Permanente de Supervisão e Acompanhamento do projeto, a CPSA
  2. Posteriormente, um termo de concessão, ou de atualização do usufruto de bolsa do ProUni, quando for o caso
  3. Documento de identificação, CPF próprio, e caso seja menor de idade, um CPF de seu representante legal
  4. Certidão de casamento, CPF e documento de identidade do cônjuge, caso tenha um
  5. E por fim, um comprovante de residência

Diferença entre este projeto e o P-FIES

Muitas pessoas têm dúvidas a respeito de como funciona este projeto, quando comparado com o P-FIES. É muito simples, o primeiro é organizado diretamente pelo Ministério da Educação, e sua exigência simples é de que só podem participar aqueles que recebem no máximo três salários mínimos como renda familiar mensal.

Já o segundo modelo é administrado por instituições bancárias. Estas aceitam estudantes que tenham uma renda de até cinco salários mínimos. Mas, as taxas de juros dos financiamentos com certeza são maiores.

Utilização do ENEM

Vale a pena lembrar que não apenas o FIES, mas como também o SISU e o PROUNI utilizam as notas do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM). Neste caso, as maiores notas ganham as primeiras vagas dos financiamentos. E em alguns casos, dependendo do quão alto for, podem até ganhar descontos significativos nos parcelamentos.

A nota mínima de corte aceita é a de 450 pontos, somando os dois testes de múltipla escolha. Entretanto, na redação que é aplicada geralmente no segundo dia, não é permitido que você zere sua escrita. Caso siga estes dois pontos então poderá utilizar a nota do mesmo para tentar se beneficiar.

Pedro Henrique
Pedro Henrique Rhormes é formado em Comunicação Social – Jornalismo, pela Universidade Nove de Julho, e Letras – Tradução e Interpretação, pela Faculdades Metropolitanas Unidas (FMU). Trabalhou como repórter no FOX Sports. Atualmente é editor do E.C. produzindo conteúdo sobre economia e direitos.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

NOTÍCIAS RELACIONADAS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui