sexta-feira, junho 18, 2021

Malha Fina: Saiba como consultar se você caiu na malha fiscal

A malha fina é uma das maiores dores de cabeça de todos os contribuintes do Governo Federal. Até porque, a grande maioria que efetua a declaração do imposto de renda, já a faz pensando na restituição que deverá receber, meses depois, nos lotes de pagamento da Receita Federal.

Entretanto, existe uma série de acontecimentos que ocorrem para que você tenha seu pagamento bloqueado. E neste artigo, estaremos falando um pouco mais a respeito deste assunto. Desde quais são os motivos para não receber sua restituição, como arrumar documentos, e até mesmo algumas dicas para evitar que isso aconteça com você.

Como a malha fina funciona?

Basicamente, quando falamos sobre a malha fina, muitas pessoas têm medo de terem suas restituições bloqueadas. Mas, poucas têm a ciência de que precisam preencher a declaração sem nenhum erro, ou até mesmo omissão de informações. Este caso só ocorre quando a Receita Federal encontra inconsistências de dados em suas declarações do IR 2021.

Seja para valores declarados, ou até mesmo falta de algum documento. E disso, terá que corrigir tal erro o quanto antes, para que ainda possa ser considerado para a restituição do ano em questão. Caso contrário, terá apenas contribuído, sem direito de um retorno do governo.

Problemas com documento na malha fina

Além destes casos citados acima, a malha fina também pode acontecer quando ocorrem problemas no CPF dos contribuintes. Existem até cinco diferentes de situações que foram listadas pela Receita Federal, nesta situação. Siga os exemplos:

  1. Primeiramente, quem teve o CPF suspenso. Isso pode indicar que está com algum dado incorreto no documento, ou até mesmo em dívida com a Justiça Eleitoral
  2. Posteriormente, temos também a pendência de regularização, que significa que o contribuinte provavelmente não entregou alguma declaração à Receita nos últimos cinco anos
  3. Disso, há o caso de CPF cancelado, para aqueles que tiveram mais de uma inscrição feita em cima deste documento. Ou até mesmo por decisão administrativa e judicial
  4. A anulação do CPF também é outro motivo para cair na malha fina. Isso acontece somente quando há alguma fraude na inscrição do documento do contribuinte
  5. E por fim, para encerrarmos a lista, temos o caso do falecimento do titular do documento. Isso ocorre quando é dado baixa no documento de óbito da pessoa a qual o CPF pertence. Em caso de enganos, terá que comparecer até uma sede da Receita Federal.

Como consultar sua situação

Se você tem interesse em saber mais a respeito de sua situação, se caiu ou não na malha fina, é bastante simples. Primeiramente, terá que fazer um cadastro na plataforma do e-CAC, da Receita Federal. Depois de efetuar seu login no sistema, entre no menu à esquerda, e depois, clique em meu imposto de renda.

Feito isso, basta apertar em processamento, e então, pendências de malha. Caso tenha algum ponto por lá, significa que tem alguma pendência em sua declaração. Se não tiver, tudo está liberado. Vale a pena lembrar que a entidade ainda não avisa seus beneficiários do que está acontecendo. Portanto, se não receber a restituição na data indicada, verifique sua situação.

Pedro Henrique
Pedro Henrique Rhormes é formado em Comunicação Social – Jornalismo, pela Universidade Nove de Julho, e Letras – Tradução e Interpretação, pela Faculdades Metropolitanas Unidas (FMU). Trabalhou como repórter no FOX Sports. Atualmente é editor do E.C. produzindo conteúdo sobre economia e direitos.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

NOTÍCIAS RELACIONADAS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui