domingo, outubro 24, 2021

Novas regras do Bolsa Família: Saiba o que pode mudar no benefício

O Bolsa Família é um dos principais benefícios do Brasil, desde sua criação. O mesmo foi feito pelo Governo Federal desde o início dos anos 2000. E então, sempre tem ajudado diversas famílias em situações de extrema pobreza. Para 2021, é esperado que ocorra uma verdadeira reforma no programa social.

Entretanto, a mesma deverá ser feita apenas após o pagamento do auxílio emergencial, que está previsto para terminar em julho. Apesar disso, o Senado já está discutindo as possibilidades, para que tenham tudo alinhado e oficializado até lá. Neste artigo, estaremos falando um pouco mais sobre este assunto.

bolsa família

O que deve mudar no Bolsa Família

Segundo o ministro da cidadania, João Roma, já existem algumas propostas na mesa com relação a reforma do Bolsa Família, para 2021. Estas incluem principalmente um aumento no valor do benefício. Até porque, o Governo Federal entende que o atual valor pago talvez não seja suficiente para sustentar uma família. Isso sem falar que a possibilidade de criarem um 13º salário do programa social também existem. E além disso, novas derivações e bonificações também podem acabar surgindo com o tempo. Abaixo, listaremos todas elas, para te auxiliar com o acesso à informação. Siga:

  1. Primeiramente, o valor do auxílio-creche mensal deverá pagar R$ 52,00 por cada criança participante
  2. Posteriormente, haverá também um bônus anual para o melhor aluno da rede pública. Este deverá ser no valor de R$ 200,00
  3. Uma bolsa mensal de R$ 100,00, além de outro prêmio anual para o maior destaque em estudante científico e técnico, no valor de R$ 1.000,00, também será dada pelo Bolsa Família
  4. Novas regras de entrada e saída do programa também deverão ser aplicadas
  5. Uma atualização nos critérios mínimos de renda para inclusão no projeto também está sendo estudadas pelo Governo Federal. Isso para atender cada vez mais pessoas no projeto

Documentos necessários para o Bolsa Família

Por conta da pandemia do Covid-19, todo o cadastramento do Bolsa Família está sendo feito de maneira digital. Abaixo, listaremos todos os documentos que são necessários para que possa solicitar seu benefício. São estes:

  1. Primeiramente, uma certidão de nascimento e a carteira de identidade (RG) do beneficiário e de seus dependentes. Isso sem falar também no CPF de cada um
  2. Posteriormente, também é preciso relacionar sua carteira de trabalho, e seu título de eleitor
  3. E por fim, entregar um comprovante de residência atualizado, de pelo menos os últimos três meses

Depósitos do benefício para abril

As parcelas de abril do Bolsa Família já têm data para serem pagas. Siga as informações abaixo:

  1. NIS com números finais em 1, 2 e 3 serão pagos, respectivamente, em 16, 19 e 20 de abril
  2. Para NIS com números finais em 4, 5 e 6, os benefícios serão distribuídos em 22, 23 e 26 de abril
  3. Já com o NIS de final em 7, 8 e 9, os pagamentos serão feitos em 27, 28 e 29 de abril
  4. E por fim, para o NIS terminado em 0, a data prevista é em 30 de abril
Pedro Henrique
Pedro Henrique Rhormes é formado em Comunicação Social – Jornalismo, pela Universidade Nove de Julho, e Letras – Tradução e Interpretação, pela Faculdades Metropolitanas Unidas (FMU). Trabalhou como repórter no FOX Sports. Atualmente é editor do E.C. produzindo conteúdo sobre economia e direitos.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

NOTÍCIAS RELACIONADAS

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui