terça-feira, abril 6, 2021

Novo auxílio emergencial 2021 pode ter parcelas prorrogadas

O novo auxílio emergencial 2021 é um dos benefícios oferecidos pelo Governo Federal, recentemente. O mesmo foi aprovado e liberado pelo Senado, e pela Câmara dos Deputados, neste mês de março. Agora, o programa social será pago, inicialmente, por quatro meses, diferentemente das diversas parcelas pagas em 2020.

Não havia até essa semana uma previsão de ter este prazo prorrogado. Entretanto, segundo texto da medida provisória que foi criada, existe a possibilidade de o projeto ser estendido até o fim do ano. Pensando assim, separamos neste artigo algumas informações a respeito deste assunto. Confira abaixo os dados.

novo auxílio emergencial 2021

Novo auxílio emergencial 2021 pode ser ampliado

Em 18 de março, quando o novo auxílio emergencial 2021 foi aprovado, uma medida provisória foi criada. Esta é a de número 1.039, que além de validar a renovação do projeto, ainda garante a autorização de sua manutenção até o mês de dezembro de 2021. Abaixo, iremos transcrever o pequeno texto a respeito. Siga:

“O período de quatro meses poderá ser prorrogado por ato do Poder Executivo, observada a disponibilidade orçamentária e financeira”.

Ou seja, caso após os quatro meses previstos originalmente, se o governo ainda tiver fundos para tal, poderá seguir pagando o benefício. Isso sem falar que outros fatores também devem ser analisados com o passar do tempo. Como por exemplo, se a pandemia do Covid-19 ainda está regente, e prejudicando financeiramente diversas famílias.

Veja também: BEm 2021: Governo adia redução do salário e jornada de trabalho

Investimento feito para o novo auxílio emergencial 2021

No último ano, mais de 64 milhões de brasileiros receberam o benefício. Isso criou verdadeiro rombos nos cofres públicos, algo que não pode acontecer novamente. Com isso, a expectativa para este ano é que o novo auxílio emergencial 2021 englobe apenas 40 milhões.

Claro, excluindo cadastro fraudulentos, que receberam o programa social de maneira indevida, em 2020. O investimento do governo no projeto gira em torno dos R$ 43 bilhões, que serão utilizados para cobrir as quatro parcelas.

Quais serão os valores pagos no novo auxílio emergencial 2021

Segundo o Governo Federal, serão três faixas diferentes a serem pagas para a população. A primeira é a menor de todas, no valor de R$ 150,00, destinada apenas a quem mora sozinho. A segunda, a intermediária, sai na casa dos R$ 250,00.

Esta será paga para quem tem pelo menos um dependente em sua residência. E por fim, serão repassados R$ 375,00 por mês, para quem é mãe chefe de família.

Continue lendo: PagTesouro: O que e é a nova plataforma de pagamentos do Governo

Como fazer o seu cadastro no programa

Se você tem interesse em se registrar no novo auxílio emergencial 2021, saiba que isso não é possível. A Caixa Econômica Federal, entidade responsável por administrar financeiramente o projeto, utilizará todos os dados dos inscritos de 2020. Disso, farão uma análise de perfil, e escolherão os melhores casos, além de excluir os não elegíveis. Tomarão como base quem está desempregado, ou é trabalhador freelance, principalmente.

Além disso, não poderá participar de nenhum outro programa social do Governo Federal. Com exceção, apenas, do Bolsa Família. E por fim, não poderá ter uma renda familiar mensal superior a três salários mínimos, em seu núcleo familiar. Caso esteja nessas condições, se tornará elegível.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

NOTÍCIAS RELACIONADAS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui