sábado, julho 24, 2021

Novo auxílio emergencial deve congelar salários dos servidores públicos

A probabilidade do novo auxílio emergencial ser liberado em breve ganha cada vez mais força. Isso porque, a pandemia do Covid-19 segue interferindo diretamente nas finanças das famílias brasileiras. E disso, o Governo Federal segue estudando alternativas para poder oficializa o novo programa.

A mais nova possibilidade, entretanto, não agrada a todos. Até porque, agora existe a discussão que com a liberação do benefício, os salários dos servidores públicos podem ser congelados por até dois anos. Com isso dito, separamos algumas informações muito importantes sobre este assunto, aqui neste artigo. Segue abaixo os dados.

novo auxílio emergencial

Novo auxílio emergencial poderá vir com sacrifícios

O novo auxílio emergencial está cada vez mais próximo de ser liberado pelo Governo Federal. Entretanto, este não virá sem sacrifícios à população. Até porque, segundo a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) elaborada, os salários dos servidores públicos, e até mesmo novas contratações, devem ser congelados por dois anos.

A mesma será votada já nesta quinta-feira (25 de fevereiros), apesar de que ainda pode sofrer alterações na proposta, até lá. O objetivo da PEC é fazer com que as parcelas do benefício sejam custeadas sem gerar cortes imediatos de gastos dos cofres públicos.

Leia mais: Auxílio Desemprego SP beneficiará 70 mil pessoa a partir de maio

Quanto será pago no novo auxílio emergencial?

Diferentemente de 2020, que o benefício foi pago por nove meses, isso não acontecerá em 2021. Principalmente em questão ao valor que foi oferecido, no último ano. Os R$ 600,00, que foram pagos para pessoas em condições normais, e R$ 1.200,00 para mulheres chefes de família, estão longe de serem repetidos.

Na verdade, a quantia que será paga será de no máximo R$ 250,00. Sem falar que, o período de pagamentos será distribuído em apenas quatro meses, podendo começar agora, a partir de março. Isso claro, dependendo de quanto tempo o Governo Federal demorar para conseguir ter o projeto aprovado.

Quantas pessoas poderão participar do programa?

O novo auxílio emergencial também não será destinado para qualquer um, a exemplo do que foi em 2020. Neste último ano, aproximadamente 64 milhões de pessoas se inscreveram para receber o benefício. Somando todos os valores, o Governo Federal investiu pouco mais de R$ 290 bilhões para ajudar a população.

E isso deixou um enorme rombo nos cofres públicos. Deste modo, é por isso que o valor abaixou significativamente para 2021. Ao todo, o custo deverá ser de apenas R$ 30 bilhões, sendo este um decréscimo significativo. Fora que, o programa social está cotado para atingir apenas 40 milhões de pessoas.

Quem poderá participar do novo auxílio emergencial?

O Governo Federal ainda não estipulou as exigências, de maneira oficial, para que a população possa se inscrever no programa. Mas, com certeza haverá mudanças em relação às de 2020. Por exemplo, o benefício poderá ser destinado apenas aqueles que não participam de nenhum outro programa social.

Isso sem falar que também provavelmente será necessária uma comprovação de renda. Até para garantir que a pessoa que seja paga realmente esteja precisando da quantia. Isso porque, no último ano, houveram diversos casos de fraudes de pessoas que trabalhavam e eram até mesmo bem remuneradas, que obtiveram a quantia financeira oferecida.

Pedro Henrique
Pedro Henrique Rhormes é formado em Comunicação Social – Jornalismo, pela Universidade Nove de Julho, e Letras – Tradução e Interpretação, pela Faculdades Metropolitanas Unidas (FMU). Trabalhou como repórter no FOX Sports. Atualmente é editor do E.C. produzindo conteúdo sobre economia e direitos.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

NOTÍCIAS RELACIONADAS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui