domingo, outubro 24, 2021

Novo Bolsa Família: Governo quer aumentar valor, mas não tem dinheiro

O Bolsa Família é um dos principais programas sociais do Brasil, desde sua criação, ainda no começo dos anos 2000. O projeto foi feito pelo governo Lula, para amparar famílias que estão em situação de extrema pobreza. E desde então, o valor pago no benefício sempre foi muito contestado pelos beneficiários.

Até porque, muitos acreditam que a quantia de R$ 190,00 não é suficiente para garantir o estado de sobrevivência. E com isso, hoje, o governo de Jair Bolsonaro deseja aumentar o valor do Bolsa Família em até 58%. O que faria com que o novo Bolsa Família fosse pago na casa dos R$ 300,00.

Novo bolsa família

De onde sairá orçamento para o novo Bolsa Família?

Bancar o novo Bolsa Família tem sido um dos maiores desafios do Governo Federal. Até porque, o presidente da república, Jair Bolsonaro, deseja efetuar a mudança o quanto antes. Entretanto, o Ministério da Economia ainda não tem a resposta de como arcará com o aumento de pagamento.

Na verdade, existe até a possibilidade de que algum programa social seja extinto para que isso aconteça. E este pode ser o caso do PIS/PASEP, que já foi adiado em 2021, e que tem rumores a seu redor a respeito da extinção.

O que mais mudará no novo Bolsa Família?

O aumento do valor do Bolsa Família não é o único ponto que está sendo tocado pelo Governo Federal. Na verdade, outro grande tópico é o método de inscrição para o programa. Atualmente, é necessário se inscrever na plataforma do Cadastro Único, e depois, comparecer até a prefeitura de sua cidade para efetuar a solicitação. Entretanto, a reforma visa justamente modificar isso. O cadastro no CadÚnico deverás ser mantido. Porém, o governo está desenvolvendo um aplicativo para que os interessados possam tentar o registro no projeto sem que seja necessário sair de casa.

Além disso, alguns incentivos também devem ser inseridos no novo Bolsa Família. Como por exemplo, primeiramente, ter um auxílio creche para os pais, no valor de R$ 52 por criança, limitado a duas crianças. Posteriormente, oferecer bônus anuais para os melhores alunos da rede pública, no valor de R$ 200,00. E por fim, uma bolsa mensal no valor de R$ 100,00, além de um prêmio anual para estudantes científicos e também técnicos, que obtenham destaque, no valor de R$ 1.000,00. A ideia do Governo Federal é promover mais estudos e desenvolvimento aos jovens.

Quando benefício será aprovado?

Ainda não sabemos quando o novo Bolsa Família será aprovado no Congresso. Até porque, originalmente, o mesmo estava previsto para ser revisto após o pagamento do auxílio emergencial. Entretanto, o mesmo foi prorrogado por mais três meses. Sem falar que o Governo Federal ainda não sabe de onde tirar a verbas.

Até porque, hoje, orçamento atual do programa social está em R$ 35 bilhões. E para efetuar uma reforma bem-sucedida, seria necessário ter um acréscimo de pelo menos R$ 15 bilhões, para ter uma boa alavancagem. E é exatamente isso que tem travado a mudança de acontecer, de fato. Portanto, é necessário aguardar comunicado do governo, a respeito de onde retirarão fundos suficientes para tal.

Pedro Henrique
Pedro Henrique Rhormes é formado em Comunicação Social – Jornalismo, pela Universidade Nove de Julho, e Letras – Tradução e Interpretação, pela Faculdades Metropolitanas Unidas (FMU). Trabalhou como repórter no FOX Sports. Atualmente é editor do E.C. produzindo conteúdo sobre economia e direitos.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

NOTÍCIAS RELACIONADAS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui