quinta-feira, setembro 23, 2021

Novo Bolsa Família: Saiba como será financiado aumento do benefício

O novo Bolsa Família segue sendo discutido internamente pelo Governo Federal. Até porque, o presidente da república, Jair Bolsonaro, já demonstrou seu interesse em reformar todo o projeto atual, chamando-o de auxílio Brasil. Isso para o ano de 2022, que por sinal, também será ano de eleição.

E Luiz Inácio Lula da Silva muito provavelmente será seu grande adversário. E efetuar tal mudança no programa social poderá lhe contar alguns bons votos, principalmente da classe mais pobre no país. Até porque, o principal ponto que está sendo discutido é o valor a ser pago no próximo ano. Mesmo que o governo já tenha encontrado dificuldades para concretizar o mesmo.

Novo Bolsa Família e a dificuldade dos fundos

Jair Bolsonaro já declarou diversas vezes que deseja que o novo Bolsa Família suba seu valor de pagamento. Atualmente, o mesmo está na casa dos R$ 192,00, mas, o comandante supremo do país deseja aumentar a quantia para R$ 300,00. E ainda com a possibilidade de subir tal quantia para R$ 400,00.

novo bolsa família
Novo Bolsa Família: Saiba como será financiado aumento do benefício

Entretanto, o Ministério da Economia já encontrou muitas dificuldades em retirar verbas dos cofres públicos para a reforma. Uma das propostas é a de que algumas arrecadações ligadas ao imposto de renda fossem redirecionadas a fim de financiar o programa de transferência de renda.

Mais mudanças no novo Bolsa Família

Além das mudanças que estão previstas no valor, para o novo Bolsa Família, mais algumas peculiaridades também estão sendo postas em cheque. Como por exemplo, o próprio nome do projeto, que deve passar a se chamar Auxílio Brasil 2021. Além disso, o método no qual você solicita o benefício também deverá ser modificado. Atualmente, é necessário que se inscreva no Cadastro Único, plataforma do Governo Federal.

E que disso, se direcione até a prefeitura de seu município, para poder se cadastrar. Disso, o registro no CadÚnico deverá ser mantido, mas, sem a necessidade de comparecer em pessoa. Um aplicativo será desenvolvido para que você possa fazer isso de maneira remota.

Além disso, alguns programas de incentivo também devem ser adicionados no novo Bolsa Família. Estes incluem:

  1. Primeiramente, um auxílio creche para os pais no valor de R$ 52,00 por criança. Limitado a apenas duas crianças por família
  2. Posteriormente, será criado um bônus anual no valor de R$ 200,00 para todos os alunos que forem considerados os melhores, da rede pública apenas
  3. Então, uma bolsa mensal no valor de R$ 100,00. Além de uma anual, na casa do R$ 1.000,00. Este será destinado para estudantes que obtiverem destaque em projetos científicos e técnicos apenas

Novos programas sociais

Além do novo Bolsa Família, o Governo Federal também está estuando a criação de novos programas sociais. Como por exemplo, o auxílio emergencial e o Benefício Emergencial (BEm), que retornaram neste ano. Isso sem falar no pagamento da antecipação do 13º salário do INSS.

Para as empresas, temos o retorno do PRONAMPE, que concede linhas de crédito às mesmas. Isso sem falar também no Programa Brasil Mais, que ajuda na capacitação profissional de todos os funcionários de sua empresa, além de também ajudar com os valores em algumas verbas.

Pedro Henrique
Pedro Henrique Rhormes é formado em Comunicação Social – Jornalismo, pela Universidade Nove de Julho, e Letras – Tradução e Interpretação, pela Faculdades Metropolitanas Unidas (FMU). Trabalhou como repórter no FOX Sports. Atualmente é editor do E.C. produzindo conteúdo sobre economia e direitos.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

NOTÍCIAS RELACIONADAS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui