sábado, julho 24, 2021

Novo Bolsa Família terá regras atualizadas a partir de Julho

Ainda na última semana, o Senado aprovou a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) emergencial. Pela mesma, o Governo Federal busca angariar fundos para seguir ajudando a população em programas sociais, devido a pandemia do Covid-19. E um dos principais beneficiados disso pode ser o novo Bolsa Família.

Até porque, o mesmo pode receber uma “injeção” de R$ 9 bilhões, o que aumentaria consideravelmente as quantias a serem recebidas pela população. Pensando assim, falaremos neste artigo um pouco mais sobre este assunto. E claro, como o projeto funciona, e também, como poderá efetuar sua inscrição no mesmo.

novo Bolsa Família

A reforma do novo Bolsa Família

Para 2021, o novo Bolsa Família já deverá começar a tomar parte para a população, talvez neste mês de março. Isso vai depender muito de como será a votação do projeto na Câmara dos Deputados. Lembrando que o mesmo já foi aprovado em duas votações, no Senado. Para este ano, já estavam reservados R$ 34.8 bilhões para os 14 milhões de participantes. Entretanto, R$ 6 bilhões já foram utilizados, até para que o Governo Federal pudesse efetuar os pagamentos referentes aos meses de janeiro e fevereiro. Disso, resta R$ 29 bilhões, que ao que tudo indica, seriam destinados para as demais parcelas.

O ponto alto aqui é que com a aprovação da PEC Emergencial, o programa social do novo Bolsa Família receberia mais R$ 9 bilhões de crédito. Ou seja, com isso, os valores a serem recebidos pela população, poderiam aumentar um pouco mais. Ainda não há um valor específico concretizado para cada grupo familiar. Entretanto, a expectativa é de que haja um bom aumento no valor das parcelas. Mas claro, as exigências financeiras, como por exemplo, a média salarial do núcleo familiar, também aumentaria. Lembrando que quem já estiver ingressado neste projeto, possivelmente ficará de fora do auxílio emergencial de 2021.

Novo Bolsa Família junto com outros benefícios?

Na verdade, o novo Bolsa Família e o novo auxílio emergencial não são os únicos benefícios que estão sendo criados pelo Governo Federal. Na verdade, existem alguns outros projetos que podem ser lançados. Abaixo, separamos estes para vocês:

  1. Primeiramente, um auxílio creche. Este no valor de R$ 250,00 por mês
  2. Posteriormente, uma bolsa de R$ 200,00 para os melhores alunos da rede pública. E um prêmio anual de R$ 1.000,00 para os melhores esportistas
  3. Projetos de iniciação científicas e o benefício primeira infância. Destinado apenas para famílias com crianças de idade entre zero e 36 meses
  4. Aumento do Benefício Variável, e também, o Benefício Cidadania

Como se inscrever no novo Bolsa Família

Para se inscrever no novo Bolsa Família, escrevemos todo o passo a passo para você, abaixo. Basta seguir:

  1. Primeiramente, é necessário se cadastrar no sistema CadÚnico. Tal é uma plataforma criada pelo Governo Federal, para que tenham acesso a todos os seus dados pessoais, cujo serão utilizados apenas para avaliações de programas sociais
  2. Posteriormente, será necessário esteja dentro da renda mensal exigida pelo programa
  3. Após atingir estes critérios, e já ter o CadÚnico regularizado, basta ir até a prefeitura de sua cidade para solicitar a eles sua inscrição no programa social
Pedro Henrique
Pedro Henrique Rhormes é formado em Comunicação Social – Jornalismo, pela Universidade Nove de Julho, e Letras – Tradução e Interpretação, pela Faculdades Metropolitanas Unidas (FMU). Trabalhou como repórter no FOX Sports. Atualmente é editor do E.C. produzindo conteúdo sobre economia e direitos.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

NOTÍCIAS RELACIONADAS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui