quinta-feira, outubro 28, 2021

Novo FIES muda regras do financiamento estudantil

Criado e instituído por lei ainda em 2001, o Fundo de Financiamento Estudantil (FIES) vem ajudando diversos jovens sem boas condições financeiras a conseguirem seus diplomas de ensino superior. Isso claro por meio de financiamentos integrais, ou até mesmo parciais, de seus respectivos cursos. Entretanto, há alguns anos, o Novo FIES chegou para propor alguns modelos de financiamento mais em conta para os alunos.

Pensando assim, separamos neste artigo alguns dados sobre este novo programa. E principalmente, como ele funciona, e também, como poderá estar efetuando sua inscrição no mesmo. Isso claro, se tiver interesse em suas melhorias.

novo FIES

Melhorias no Novo FIES

Basicamente, o Novo FIES entra para substituir o antigo modelo de financiamento estudantil. Neste, o aluno possui diferentes modalidades de financiar o seu curso. E o melhor de tudo, é que na maioria dos casos há a possibilidade de juros zero, o que não acontecia no antigo programa.

Isso claro, utilizando como base os perfis financeiros e as rendas familiares de cada candidato. Além disso, o projeto também traz melhorias na gestão de fundos, aumento a sustentabilidade financeira do programa. Isso tudo para dar mais oportunidades para cada vez mais brasileiros, que desejam cursar o ensino superior.

Leia mais: SENAI 2021: Confira quais os cursos mais requisitados em 2020

Quem pode participar do Novo FIES

Se você deseja participar do Novo FIES, saiba que existem algumas exigências pré-determinadas pelas entidades. Como por exemplo, o programa é destinado apenas para famílias de baixa renda. No caso, a sua renda familiar per capita deve ser de no máximo três salários mínimos. Isso, claro, para poder participar da taxa de zero juros. Lembrando que após a conclusão do curso, o aluno em questão deverá começar a efetuar a quitação de seu financiamento. E, durante o curso, o aluno também precisará pagar mensalmente o valor de sua coparticipação. Mas claro, este valor é muito menor do que o de sua disciplina.

Além disso, para poder se inscrever no Novo FIES, cada aluno também precisará ter participado de uma edição recente do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM). Por recente, entenda-se provas que foram realizadas a partir de 2010. E disso, suas notas, pelo menos nas provas de múltipla escolha, devem ser superiores a 450 pontos. E na parte da redação, basta não ter zerado o teste escrito, que já se tornará elegível. Lembrando que dependendo de sua nota no ENEM, poderá até mesmo receber um bom desconto em seu financiamento.

Como se inscrever no Novo FIES?

Para se inscrever no Novo FIES, o procedimento é muito simples, e pode ser feito de modo inteiramente digital. No caso, siga abaixo o passo a passo que elaboramos para você, com todas as instruções:

  1. Primeiramente, acesse o site oficial do FIES, dentro do portal do Ministério da Educação (MEC)
  2. Posteriormente, clique em minha inscrição, e então, fazer cadastro
  3. Agora, você será redirecionado para uma nova página do governo. Nesta, deverá preencher todos os formulários que lhe forem aparecendo, com seus dados reais
  4. Após isso, já terá seu cadastro no governo, e então, será destinado novamente a página do FIES. Logue na plataforma com seu recém-efetuado cadastro, que já estará no sistema de inscrição do programa de financiamento
  5. Preencha os novos formulários e aguarde por um retorno da entidade
Pedro Henrique
Pedro Henrique Rhormes é formado em Comunicação Social – Jornalismo, pela Universidade Nove de Julho, e Letras – Tradução e Interpretação, pela Faculdades Metropolitanas Unidas (FMU). Trabalhou como repórter no FOX Sports. Atualmente é editor do E.C. produzindo conteúdo sobre economia e direitos.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

NOTÍCIAS RELACIONADAS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui