quinta-feira, setembro 23, 2021

Novo FIES: veja quem tem direito ao financiamento com juros zero

O Fundo de Financiamento ao Estudante do Ensino Superior (FIES) é um dos principais programas de financiamento educacional do país. Isso porque, o mesmo visa ajudar diversos jovens estudantes que estão concluindo o ensino médio, e que desejam ingressar em uma instituição de ensino superior.

Considerando claro que estas sejam particulares, daquelas escolas que cobram matrícula e mensalidade. Recentemente, foi criado também o Novo FIES, que permite financiamentos com nenhuma cobrança de juros de quem está acordado com o Ministério da Educação. Neste artigo, estaremos falando um pouco mais a respeito do projeto e de como ele funciona.

novo fies

Como o Novo FIES funciona?

Em termos estruturais, o Novo FIES funciona exatamente igual ao modelo antigo. No caso, o estudante que optar pelo programa, poderá efetuar um financiamento do curso de sua preferência, na universidade que escolheu. E claro, o mesmo pode ser integral, ou então, de apenas 50% do valor total do curso.

Vale a pena lembrar que os valores só são cobrados após a conclusão das aulas e da obtenção do diploma. Ou então, caso tenha desistido, logo após que tiver trancado sua matrícula. Mas claro, apenas o novo modelo poderá gozar dos juros zero, para seus beneficiários.

Como participar do Novo FIES

Para participar do Novo FIES, é necessário, primeiramente, atender alguns pré-requisitos. Como por exemplo, essa condição de juros zero só será concedida para aqueles que possuírem uma renda familiar de até três salários mínimos por pessoa.

Para calcular isso terá que somar o rendimento de todos que moram com você, e dividir pelo número de pessoas residentes. É bastante simples. Lembre-se que neste caso, o estudante precisará pagar todos os meses, pelo menos, o valor da coparticipação. E este pagamento será feito diretamente ao banco responsável por seu financiamento. A coparticipação pode ser de até 30% do valor do curso.

Utilização do ENEM no Novo FIES

Para quem não sabe, o Novo FIES também utiliza o Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM), a exemplo do último modelo. No caso, é necessário cumprir algumas exigências com referência a prova. Como por exemplo, não pode ter zerado a sua redação do exame. Sem falar que a nota mínima nos testes de múltipla escolha deverá totalizar mais de 450 pontos.

Quanto maior for a sua nota aqui, mais descontos em seu parcelamento poderá conseguir com a entidade do Ministério da Educação. E dependendo de como se sair, pode até tentar bolsas de estudos por meio de outros programas.

O P-FIES: o que é

O P-FIES também é uma das modalidades do Novo FIES. Entretanto, esta não é tratada diretamente com o Ministério da Educação. No caso, o financiamento estudantil é feito apenas por instituições bancárias privadas. Disso, saiba que as condições propostas no acordo muito provavelmente não sejam iguais as quais você está acostumado.

Neste cenário, o aconselhado é que você entre em contato com o banco de sua preferência, para saber sobre suas taxas de juros. Com certeza elas devem ser maiores. Entretanto, o requerimento de média salarial sobe aqui para até cinco salários como renda mensal.

Pedro Henrique
Pedro Henrique Rhormes é formado em Comunicação Social – Jornalismo, pela Universidade Nove de Julho, e Letras – Tradução e Interpretação, pela Faculdades Metropolitanas Unidas (FMU). Trabalhou como repórter no FOX Sports. Atualmente é editor do E.C. produzindo conteúdo sobre economia e direitos.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

NOTÍCIAS RELACIONADAS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui