quinta-feira, setembro 16, 2021

Pente Fino do INSS pode ser paralisado com grave nacional de peritos

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) é uma das maiores empresas do Brasil. E também, uma das grandes entidades relacionadas ao Governo Federal. Até porque, por meio da mesma, aqueles que contribuem para a previdência social podem receber diversos benefícios. Estes que variam de aposentadorias a pensionatos, independentemente do modo como contribuíram.

Seja por descontos em folha salarial, ou até mesmo por depósitos independentes e voluntariados. Mas, em todos os anos acontece o temido pente fino do INSS, no qual a companhia analisa diversos benefícios que já estão sendo pagos. E caso encontre irregularidades nos mesmos, a tira do ar. Algo que está em cheque neste momento.

Greve pode afetar pente fino do INSS

Ainda na última semana, a Associação Nacional dos Médicos Peritos da Previdência (ANMP) estava se reunindo para decidir o futuro dos médicos da entidade do Governo Federal. A Associação ameaçava entrar em greve devido a condições não seguras de saúde de seus funcionários e até mesmo público, meio a pandemia do Covid-19.

pente fino do inss
Pente Fino do INSS pode ser paralisado com grave nacional de peritos

E ainda no começo desta semana, a ANMP de fato entrou na Justiça com uma ação coletiva, para suspender a perícia médica presencial. E caso novos exames não possam ser feitos, então, o pente fino do INSS deverá ser suspenso pelo tempo que for determinado. O que beneficiaria e muito os que já recebem valores do governo e que estão irregulares.

Convocação do pente fino do INSS

Vale a pena lembrar que o pente fino do INSS só ocorre, geralmente, para aqueles que recebem aposentadorias por doença ou por invalidez. Até porque, é necessário efetuar exames e apresentar laudos médicos para comprovar que não está apto a trabalhar. Mais de 170 mil pessoas deveriam estar tendo seus benefícios revisados neste mês de agosto, algo que não está acontecendo. Lembrando que a entidade do Governo Federal costuma enviar correspondências às casas de seus beneficiários. E dentro dessas, há um comunicado dizendo que precisam comparecer até uma das agências da empresa.

Isso para passarem com os médicos legistas, para a perícia médica. E a partir do momento do envio da carta, o beneficiário em questão teria um período de até 30 dias para efetuar seu agendamento ou enviar os documentos que lhe foi requerido. Caso contrário, teria seu benefício suspenso. Lembrando que geralmente o período entre o agendamento, realização das consultas e resultado do pente fino do INSS costuma demorar de 30 a 40 dias corridos.

Quem teve benefício suspenso

Caso você não tenha se atentado as datas do pente fino do INSS, ou simplesmente optou por não fazer os exames, até por conta da pandemia do Covid-19, não se preocupe. O seu benefício será sim suspenso, mas, isso não significa que não possa voltar a recebê-lo nunca mais.

Até porque, terá que solicitar ao Governo Federal um novo benefício, e passar por todos os mesmos procedimentos que realizou na primeira vez. Desde novamente uma nova perícia, em uma data melhor, além de toda a entrega dos documentos. Portanto, seria menos trabalhoso para você se atendesse as solicitações feitas pela empresa, respeitando todas as datas limites e exigências.

Pedro Henrique
Pedro Henrique Rhormes é formado em Comunicação Social – Jornalismo, pela Universidade Nove de Julho, e Letras – Tradução e Interpretação, pela Faculdades Metropolitanas Unidas (FMU). Trabalhou como repórter no FOX Sports. Atualmente é editor do E.C. produzindo conteúdo sobre economia e direitos.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

NOTÍCIAS RELACIONADAS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui