domingo, outubro 24, 2021

PIS 2021 paga parcelas de até R$ 1.100 até junho; veja quem tem direito

O PIS 2021 e PASEP é um dos benefícios mais populares entre os trabalhadores do Brasil. Isso porque, o mesmo é destinado apenas para aqueles que trabalham, ou trabalharam, sob regime das Consolidações das Leis do Trabalho (CLT). E para a edição deste ano, o pagamento do programa social do Governo Federal foi suspenso.

Entretanto, ainda é possível sacar a quantia máxima de R$ 1.100,00, para aqueles que possuem pendências do valor, de anos anteriores. Foi estabelecido que a população terá até o último mês de junho para efetuar tal saque. Neste artigo, estaremos falando um pouco mais sobre este assunto.

PIS PASEP 2021
PIS PASEP 2021

Projeções do PIS 2021 e PASEP

Já foi decidido que a edição do PIS 2021 e PASEP deste ano foi adiada para 2022. Isso porque, por conta da pandemia do Covid-19, o Governo Federal tem estudado diversos modos diferentes de criar alguns programas sociais novos. Isso para poder seguir amparado financeiramente o povo, que foi afetado pelos diversos lockdowns que estamos enfrentando desde 2020. Entretanto, a Caixa Econômica Federal, responsável por pagar o PIS, e o Banco do Brasil, que efetua o pagamento do PASEP, estão cobrando aqueles que não sacaram seus benefícios do ano base de 2019.

Isso porque, o PIS 2021 e PASEP deverá ser suspenso para saques em junho. Depois desta data, não será mais possível retirar nenhuma quantia, até nova uma nova liberação ser estipulada. E disso, o Governo Federal deverá conceder pouco mais de R$ 600 milhões em pagamento do mesmo. Segundo levantamento feito pelas duas instituições bancárias, quase 900 mil trabalhadores ainda estão com uma pendência a ser sacada no benefício.

E esta quantia separada será utilizada justamente para poder efetuar estas quitações. Ainda não sabemos se quem perder o prazo, não terá mais direito de receber esta quantia, ou se ela será apenas congelada por tempo indeterminado.

Confira também: Consulte o PIS: Saiba como saber se você tem direito ao benefício

Pagamentos do PIS 2021 e PASEP de 2020

Já os pagamentos do PIS 2021 e PASEP, que tinham o ano base de 2020, e que seriam pagos a partir de julho deste ano, foram adiados. No caso, até o momento, o Governo Federal estipulou que o benefício só voltará a ficar disponível para os trabalhadores apenas em fevereiro de 2022.

Esta foi uma medida que encontraram de poderem seguir criando novos benefícios. Mas, fique tranquilo, pois no parágrafo abaixo estaremos explicando um pouco melhor do porquê suspenderam os pagamentos por este período de quase seis meses.

Saiba também: RAIS 2021: Prazo de entrega termina nessa segunda feira

Por que o pagamento foi adiado?

Se você tinha o benefício do PIS 2021 ou PASEP válido pelo ano base de 2020 para receber a partir de julho, deve estar se perguntando do porque ele foi adiado, correto? Pois bem. Tal atitude foi feita pelo Governo Federal para parar de retirar verbas do cofre público. A prorrogação do prazo serve justamente para não ter que cancelar ou suspender o benefício.

E disso, conseguem criar outro programa social, como o BEm 2021, em seu lugar. Fazendo com que neste período de seis meses mais dinheiro gire, a ponto de conseguir compensar o adiamento. Isso porque simplesmente seria inviável conseguir arcar com ambos, ao mesmo tempo.

Pedro Henrique
Pedro Henrique Rhormes é formado em Comunicação Social – Jornalismo, pela Universidade Nove de Julho, e Letras – Tradução e Interpretação, pela Faculdades Metropolitanas Unidas (FMU). Trabalhou como repórter no FOX Sports. Atualmente é editor do E.C. produzindo conteúdo sobre economia e direitos.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

NOTÍCIAS RELACIONADAS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui