sábado, julho 31, 2021

PIS/PASEP 2021: Última semana para sacar benefício

O PIS/PASEP é um dos principais benefícios que é pago no Brasil, pelo Governo Federal. O mesmo foi criado exclusivamente para a classe trabalhadora do país. Entretanto, não são todos que podem receber o mesmo. Na verdade, apenas aqueles que foram registrados em carteira, sob regime das Consolidações das Leis do Trabalho (CLT).

Além disso, dependendo de qual tipo de programa você for receber, terá que sacar em diferentes instituições bancárias. Vale a pena lembrar que esta é a última semana na qual você poderá sacar as quantias que são referentes ao ano de 2019, que foi atrasado.

pis/pasep

Calendário do PIS/PASEP

Para quem tem o PIS/PASEP a ser recebido, referente ao ano calendário de 2019, saiba que estes são os últimos dias para poder efetuar o saque do mesmo. Na verdade, a data limite vai até 30 de junho, nesta quarta-feira. Caso perca este período, então, não poderá mais efetuar a retirada do valor no qual tem direito.

Se você perder a data, não se preocupe, pois, o valor disponível deverá ser transferido para o seu Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS). Disso, então poderá retirar o que é seu por direito em uma época completamente diferente desta.

Onde sacar o PIS/PASEP?

Muitas pessoas não sabem, mas o PIS/PASEP é sacado em instituições bancárias diferentes. O PIS, que é voltado totalmente para empresas privadas e que assinam seus funcionários em carteira, devem sacar o benefício pela Caixa Econômica Federal. Já o PASEP, entretanto, é completamente diferente.

Primeiramente, porque o mesmo é destinado exclusivamente para funcionários públicos, funcionários do governo e até mesmo concursados. E disso, as quantias só podem ser retiradas ou movimentadas por meio do Banco do Brasil, que é um banco particular, sem qualquer participação do Governo Federal. Mas, as quantias ainda seguem a mesma para ambos os casos.

Valor do PIS/PASEP

Agora com relação ao valor do PIS/PASEP, saiba que existe uma quantia máxima que pode ser sacada pelos beneficiários. Está é de R$ 1.100,00, que na verdade corresponde ao salário mínimo do país. Mais do que isso além de não ser permitido, também sequer é ofertado pelas instituições bancárias.

Lembre-se que você deverá se dirigir até um dos bancos responsáveis pelo pagamento de seu benefício. Já os mencionamos no parágrafo acima. Estes são a Caixa Econômica Federal e também o Banco do Brasil, dependendo de qual é o seu caso e de sua função.

Diversos benefícios estão sendo criados

Além do pagamento do PIS/PASEP, que está sendo liberado, o Governo Federal também está estudando a criação de outros programas sociais. Um deles é o auxílio emergencial, que já foi aprovado e está na quitação de sua terceira parcela. Outro é a antecipação do 13º salário do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), que está em sua segunda parcela.

Para empresas, o PRONAMPE, que libera linhas de crédito para as companhias, também voltou. Além disso, é esperado que o Bolsa Família passe por uma reforma muito em breve. Isso para que o governo possa pagar uma quantia maio do que a atual, para todos os beneficiários do projeto.

Pedro Henrique
Pedro Henrique Rhormes é formado em Comunicação Social – Jornalismo, pela Universidade Nove de Julho, e Letras – Tradução e Interpretação, pela Faculdades Metropolitanas Unidas (FMU). Trabalhou como repórter no FOX Sports. Atualmente é editor do E.C. produzindo conteúdo sobre economia e direitos.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

NOTÍCIAS RELACIONADAS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui