quinta-feira, setembro 16, 2021

PIS/PASEP: Saiba como resgatar pagamento de benefício do ano 2019

O PIS/PASEP é um dos principais benefícios que são pagos no Brasil, anualmente. O mesmo também é conhecido por abono salarial, e é destinado a um grupo específico de pessoas. Este é a classe trabalhadora do país, registrados em carteiras, sob a Consolidação das Leis do Trabalho (CLT).

Lembrando que a edição referente ao ano base de 2019, que seria paga em julho deste ano, precisou ser adiado. Mas, ainda assim, é possível que você consiga sacar a quantia do PIS/PASEP, que lhe seria destinada. Sem falar que o Governo Federal também já começou a efetuar projeções a respeito do próximo ano.

Por que o PIS/PASEP foi adiado?

O pagamento do PIS/PASEP referente ao ano base de 2019 era para ter sido pago neste ano. Entretanto, o Governo Federal acabou adiando o pagamento do mesmo para o ano que vem. Isso porque, a entidade estava buscando fundo suficientes nos cofres públicos para a criação de novos programas sociais.

pis/pasep
PIS PASEP: Saiba como resgatar pagamento de benefício do ano 2019

Principalmente porque, na época, a pandemia do Covid-19 havia atingido níveis críticos, com os casos de vacinação ainda começando a ser discutidos. E assim, o Benefício Emergencial (BEm) foi trazido de volta, utilizando a verba que seria utilizada para o pagamento do abono salarial.

Como receber o PIS/PASEP de 2019?

O pagamento do PIS/PASEP referente ao ano base de 2019 era para ter sido pago em julho, antes de ter sido adiado. Mas, como foi prorrogado, saiba que ainda é possível sacar a quantia. Até porque, a Caixa Economica Federal e o Banco do Brasil afirmam que o valor permanece disponível por mais cinco anos, para que efetue o saque.

Entretanto, a retirada do valor só pode ser feita quando o calendário de saques abre. Ou seja, para poder pegar o seu pagamento do abono salarial, terá que esperar a data do próximo ano, de 2022.

Pagamento do PIS/PASEP será acumulado?

O Governo Federal já afirmou que o pagamento do PIS/PASEP em 2022 será acumulado. Mas, o que isso significa? É bastante simples, na verdade. Já que o ano base de 2019 foi adiado, o mesmo será pago em 2022, juntamente com o de 2020.

Até porque, este já estava programado normalmente, nos calendários do governo, para ser pago no próximo ano. Disso, a entidade deseja fazer dois depósitos diferentes ainda no começo do ano. Tudo para já livrar os cofres públicos de possíveis gastos que possam perdurar na folha pública.

Diferenças entre eles

Poucas pessoas sabem, mas o PIS/PASEP é pago em dois bancos diferentes. O PIS, pago pela Caixa Econômica Federal, é referente a todos os trabalhadores que são registrados em carteira por empresas particulares. Ou seja, aquelas que são privadas, e que não têm ligação alguma com o Governo Federal.

O PASEP, por sua vez, é pago pelo Banco do Brasil, pois tem ligação direta com o servidor público. Ou seja, aqueles que são concursados e que trabalham para órgãos oficiais do governo. Sejam estes federais ou até mesmo estaduais. Mas, no caso, ambos são reconhecidos como abono salarial, independentemente de qual seja o seu caso entre os dois listados.

Pedro Henrique
Pedro Henrique Rhormes é formado em Comunicação Social – Jornalismo, pela Universidade Nove de Julho, e Letras – Tradução e Interpretação, pela Faculdades Metropolitanas Unidas (FMU). Trabalhou como repórter no FOX Sports. Atualmente é editor do E.C. produzindo conteúdo sobre economia e direitos.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

NOTÍCIAS RELACIONADAS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui