Início Geral PIX permitirá pagamento agendado e movimentar auxílio emergencial

PIX permitirá pagamento agendado e movimentar auxílio emergencial

0
226
pix

O PIX a cada dia que passa tem se tornado o principal método de pagamento no Brasil. Isso porque, sua simplicidade e extrema velocidade em realizar transações, além de ser totalmente gratuito, tem agradado a população brasileira. Desenvolvido pelo Banco Central ainda no fim do ano passado, a movimentação estará passando por atualizações.

Isso foi anunciado pela própria instituição financeira, nesta última quinta-feira (22 de abril). Portanto, neste artigo, estaremos explicando melhor sobre como o procedimento funciona, além do que de novo deverá chegar para as pessoas que o utilizam. Além de claro, como se cadastrar para ter a transação ativa.

pix

Como o PIX funciona?

O PIX nada mais é do que uma espécie de transação financeira, desenvolvida pelo Banco Central. Entretanto, por ele, não existe um limite pré-estabelecido para movimentar o dinheiro. Sem falar que, também não é necessário aguardar prazos longos de um ou dois dias, como é com TED e DOCs. Esta transação, no caso, cai na hora, segundos depois de ser efetuada.

E melhor, vale para feriados e até mesmo finais de semanas, mesmo se for em uma madrugada. Suas operações também são inteiramente gratuitas, o que pode indicar uma grande promessa em ter os antigos métodos de transferências encerrados. Basta cadastrar uma chave em seu aplicativo do banco.

Veja também: Seguro desemprego começará a ser pago pelo app Caixa TEM

PIX Cobrança será implementado

Uma das mudanças que será efetivada a partir de 14 de maio é o PIX cobrança. Este permitirá que usem pagamentos pelo PIX já reservando uma data futura. Como se fosse um boleto para pagamento com um vencimento já estabelecida.

Empresas ou microempreendedores poderão emitir um código QR, que será utilizado como uma espécie de código de barras. Isso na verdade já acontece, entretanto, as empresas utilizam suas contas pessoais para terem o dinheiro destinado. E agora, poderão passá-las como uma conta jurídica.

Leia mais: Aposentadoria com adicional de 25%: Veja quem tem direito a receber

PIX Agendado também chega

O PIX Agendado também será uma nova modalidade que vai ser implementada. Entretanto, essa apenas a partir de 1º de setembro. No caso, os usuários poderão fazer uma transferência futura, como se fosse programar um envio para outra conta. Por exemplo, o cidadão estar no dia 15 de setembro, e querer fazer uma transferência para outra pessoa, no dia 22.

Ele já poderá efetuar tal transação no mesmo dia 15, bastando apenas acertar a data correta antes de finalizar o procedimento. O dinheiro sairá da conta apenas no dia que for escolhido, para evitar qualquer tipo de problema. E a transação também pode ser cancelada a qualquer momento.

Transação no auxílio emergencial

Já o auxílio emergencial também poderá utilizar o PIX, a partir de 30 de abril. Mas, não para realizar transferências para outras contas. No caso, ainda precisarão ser respeitadas as datas oficiais e originais criadas pelo Governo Federal. Entretanto, tal transação será liberada como se fosse utilizar a quantia da conta para pagamento de uma conta, ou boleto, com o código QR.

Basta escanear o mesmo, ou digitar o código, e então efetuar o pagamento. Vale a pena dizer que para garantir que não haverá fraudes de transferências, o governo bloqueará transações de PIX entre contas da mesma titularidade.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui