segunda-feira, novembro 29, 2021

Prorrogação do auxílio emergencial: saiba qual valor deve ser pago

O auxílio emergencial segue sendo o benefício mais discutido em 2021. Isso porque, o mesmo se tornou um dos mais populares desde o último ano. O programa social visa garantir o estado de sobrevivência para diversas pessoas que foram afetadas pela pandemia do Covid-19.

Originalmente, a quarta e última parcela do projeto está programada para ser paga entre os meses de julho e agosto. Entretanto, agora o Governo Federal estuda prorrogar o benefício por mais dois ou três meses. Tudo com base no calendário de vacinação do Brasil, que está tendo grandes avanços nas últimas semanas, principalmente.

auxílio emergencial

Prorrogação do auxílio emergencial a caminho

Nesta última semana, o ministro da Economia, Paulo Guedes, e o presidente da república, Jair Bolsonaro, vieram a público para comentar a respeito da prorrogação do auxílio emergencial, que estava sendo discutida. Ambos admitiram que o programa social deverá ser prorrogado por até três meses, no máximo.

Isso porque a pandemia do Covid-19 ainda segue ativa, e principalmente porque a vacina ainda não está sendo de acesso para todos, no momento. E que o benefício deverá continuar a ser pago até o momento em que toda a população tiver sido imunizada, com todas as duas doses.

Modificação do valor do auxílio emergencial?

Além da prorrogação do auxílio emergencial, outra coisa que está sendo discutida é um aumento no valor a ser pago no benefício. Originalmente, o valor era de R$ 600,00, em 2020. Agora, para 2021, entretanto, esta quantia baixou significativamente. No caso, são três grupos diferentes de pagamento.

Um de R$ 150,00, para quem mora sozinho, um de R$ 250,00, para quem tem pelo menos um dependente em seu núcleo residencial, e por fim, um de R$ 375,00, para mulheres consideradas chefes de família. Diversos deputados estão levantando a importância de que a quantia retorne a ser a mesma de 2020.

Novos cadastros do auxílio emergencial?

Com relação aos cadastros do auxílio emergencial para esta prorrogação, ainda não sabemos se serão liberados pelo Governo Federal ou não. Mas, a expectativa é de que sejam mantidos apenas aqueles que já estão inscritos no programa social. Lembrando que já para a primeira parcela de 2021 não foram permitidos novos registros.

Isso por conta de diversos recebimentos fraudulentos que ocorreram no ano passado. E com isso, o governo optou por analisar todos os 67 milhões de brasileiros que se cadastraram em 2020. E disso, excluíram cerca de 24 milhões de beneficiários que não precisavam receber o mesmo.

Quando a prorrogação será anunciada?

Agora quanto ao prazo que o Governo Federal terá para anunciar a prorrogação do auxílio emergencial, é difícil afirmar isso. Até porque, a entidade terá que analisar calmamente a quantia disponível nos cofres públicos, para entenderem por quanto tempo podem seguir arcando com o benefício.

Além disso, é necessário também analisar o número de participantes, meses e principalmente se a quantia continuará a ser paga neste valor ou não. Portanto, temos que aguardar novos comunicados oficiais por parte do governo. Principalmente do Ministério da Economia e também do Ministério da Cidadania, que são os dois principais ministérios responsáveis pelos programas sociais.

Pedro Henrique
Pedro Henrique Rhormes é formado em Comunicação Social – Jornalismo, pela Universidade Nove de Julho, e Letras – Tradução e Interpretação, pela Faculdades Metropolitanas Unidas (FMU). Trabalhou como repórter no FOX Sports. Atualmente é editor do E.C. produzindo conteúdo sobre economia e direitos.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

NOTÍCIAS RELACIONADAS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui