quinta-feira, setembro 16, 2021

PROUNI 2021: Inicia prazo para se inscrever na lista de espera

O Programa Universidade Para Todos (PROUNI 2021) é um dos principais programas educacionais do Brasil. O mesmo é destinado para todos aqueles que desejam ingressar em uma instituição de ensino superior. Desde que já tenham concluído o colégio, e que tenham prestado o Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM).

Sem falar que o projeto também é destinado exclusivamente para as faculdades particulares. Disso, o Governo Federal disponibiliza diversas bolsas de estudo para aqueles que tiveram as melhores notas no exame. E, na verdade, para o segundo semestre, o processo de matrícula para os aprovados já está acontecendo. Tanto que, a entidade anunciou nesta semana a abertura da lista de espera.

Calendário do PROUNI 2021 para o segundo semestre

O Ministério da Educação (MEC), responsável por administrar o programa, divulgou já há certo tempo o calendário oficial do PROUNI 2021. Atualmente, estamos com este quadro:

prouni 2021
PROUNI 2021: Inicia prazo para se inscrever na lista de espera

  1. Primeiramente, nesta terça-feira, 17 de agosto, abre-se o período para manifestar interesse na lista de espera do projeto. O prazo se encerra amanhã
  2. Posteriormente, o resultado da lista de espera está previsto para sair no dia 20 de agosto, no site das instituições de ensino
  3. E por fim, os pré-selecionados na segunda lista de espera do Prouni precisam complementar seus dados entre os dias 23 e 27 de agosto

O ENEM no PROUNI 2021

Vale a pena lembrar que o PROUNI 2021 é um dos três programas educacionais que utiliza as notas do ENEM como corte. Os outros dois são o SISU e o FIES. Mas, funcionam todos de modo parecido. As melhores notas ganham privilégios nas instituições, recebendo assim as primeiras vagas. E, para poder gozar disso, é necessário ter uma combinação de pelo menos 450 pontos, somando os dois testes. Isso sem falar também que não é permitido que zere a redação, que geralmente é aplicada sempre no segundo dia da prova.

Então, é necessário ter ciência de algumas outras coisas também. Como por exemplo, quanto mais concorrido for o curso ou a instituição, maior será a nota de corte. Existem cursos de medicina em universidades de ponta, por exemplo, que possuem notas superiores a 820 pontos. Enquanto cursos de licenciatura em física ou matemática, por exemplo, estão lá em baixo, com 500 pontos ou até menos. Lembrando que caso não consiga atingir o corte, de cara, existe sempre a lista de espera. Esta é para aqueles que foram aprovados e que não realizaram suas matrículas no período correto. Disso passam a oportunidade para quem teve a segunda nota mais alta, mas, que ficou de fora. Também por ordem de prioridade.

Mais informações

De acordo com os dados informados pelo Ministério da Educação, mais de 134.329 bolsas estão sendo oferecidas para o segundo semestre de 2020. E destas, 69.482 são integrais, enquanto que 64.847 parciais. Além disso, as bolsas atingem 10.821 cursos diferentes, ministrados em 952 instituições particulares, em todo o Brasil.

E para poderem participar, segundo as regras do Prouni, também é preciso terem uma renda familiar bruta mensal de até 1,5 salário mínimo. Isso claro, para a bolsa integral. Já para a parcial, a exigência é tolerante até três salários mínimos. Mais do que isso, já não será permitido participar do projeto de bolsas do Governo Federal.

Pedro Henrique
Pedro Henrique Rhormes é formado em Comunicação Social – Jornalismo, pela Universidade Nove de Julho, e Letras – Tradução e Interpretação, pela Faculdades Metropolitanas Unidas (FMU). Trabalhou como repórter no FOX Sports. Atualmente é editor do E.C. produzindo conteúdo sobre economia e direitos.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

NOTÍCIAS RELACIONADAS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui