segunda-feira, outubro 25, 2021

Supera RJ: 50 mil beneficiários esperam cartão de pagamento

A pandemia do Covid-19 tem sido um dos principais problemas enfrentados no Brasil, desde 2020. Graças a mesma, muitas pessoas perderam seus empregos, tiveram suas jornadas de trabalho modificadas, ou foram até mesmo forçadas a fecharem seus empreendimentos.

E disso, em uma situação de grande vulnerabilidade social, precisaram que o governo criasse diversos benefícios para poder ampará-los. Isso em âmbito federal, e também estadual. Citando isso, o estado do Rio de Janeiro, por exemplo, foi um dos que adotou um programa social de extremo sucesso. Este é o Supera RJ, que tem dado um bom suporte para todos aqueles que foram afetados pela pandemia do corona vírus.

Números do Supera RJ

Originalmente, o Governo do Estado do Rio de Janeiro havia feito uma previsão de quantos cidadãos cariocas deveriam sem contemplados com o cartão Supera RJ. A estimativa era de apenas 42 mil, porém, depois de começar a rodada de pagamentos, viram que este número era muito baixo.

supera rj
Supera RJ: 50 mil beneficiários esperam cartão de pagamento

E disso, subiram a estimativa para 335 mil casos, o que resultaria em aproximadamente 1,4 milhão de cariocas. Estes que estão em situação de vulnerabilidade social, e que principalmente estão também desempregados. E agora, o governo corre para conseguir tentar atender a todos.

Veja também: Caixa libera microcrédito para 100 milhões de pessoas

Quem pode participar do Supera RJ?

Com relação a quem pode participar do Supera RJ, é bastante simples. Na verdade, o Governo do Estado do Rio de Janeiro até mesmo divulgou uma lista oficial com todos os requisitos, para quem quer se inscrever. Lembrando também que o benefício é pago em parcelas de R$ 200,00, apenas, para os que foram aprovados. As regras são:

  1. Primeiramente, é necessário que seja maior de 18 anos. Há uma exceção, entretanto, para mães adolescentes
  2. Posteriormente, quem é morador do estado do Rio de Janeiro também pode participar. Desde que, claro, esteja com o seu CPF regularizado
  3. Disso, aquele que perderam seus empregos formais, com um salário de até R$ 1.501,00 também podem participar. Desde que, claro, a demissão tenha vindo do início da pandemia. Ou seja, mais precisamente de 13 de março de 2020 em diante, e que atualmente se encontre sem renda
  4. Aqueles que estão inscritos no Cadastro Único, uma plataforma do Governo Federal para analisar o perfil de futuros participantes, e que estejam na condição de pobreza ou pobreza extrema
  5. E por fim, todos os participantes interessados em se inscrever no Supera RJ precisam ter uma renda per capita igual ou inferior ao valor de R$ 178,00

Confira ainda: FGTS muda regras para fundo imobiliário

Mais programas sociais

Existem mais alguns outros programas sociais além do Supera RJ, que foram desenvolvidos. Mas, estes por âmbito federal, como por exemplo o auxílio emergencial e o Benefício Emergencial (BEm). Além destes, tivemos já a antecipação do 13º salário do INSS, e estamos passando por uma reforma no Bolsa Família.

No caso, este passará a ser chamado de auxílio Brasil, caso seja aprovado no Congresso. E para empresas, temos também o retorno do PRONAMPE, que concede linhas de crédito para as companhias, e a criação do Programa Brasil Mais, que oferece uma melhor capacitação profissional para os funcionários.

Pedro Henrique
Pedro Henrique Rhormes é formado em Comunicação Social – Jornalismo, pela Universidade Nove de Julho, e Letras – Tradução e Interpretação, pela Faculdades Metropolitanas Unidas (FMU). Trabalhou como repórter no FOX Sports. Atualmente é editor do E.C. produzindo conteúdo sobre economia e direitos.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

NOTÍCIAS RELACIONADAS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui