domingo, janeiro 23, 2022

Teto do INSS: Como se aposentar com o valor máximo em 2022?

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) é uma entidade oficial do Governo Federal que é responsável por diversos programas sociais do Brasil. Esses que são pagos exclusivamente para contribuintes da previdência social. E dentre esses, os mais populares de longe são os mais diversos tipos de aposentadoria, a pensão por morte, e também os outros auxílios oferecidos.

Disso, muitas pessoas e beneficiários estão com dúvidas a respeito de qual será o valor a ser pago em tais projetos. Principalmente para o ano de 2022, que é visto como temporada de eleição. Disso, traremos abaixo algumas informações sobre o piso e o teto do INSS.

Quais serão os valores a serem pagos no teto do INSS?

Com relação aos valores que serão pagos no piso e no teto do INSS, o mesmo é bastante simples. Esses sempre são calculados com base na remuneração mínima do país, ou seja, por meio do salário mínimo. E agora que o presidente da república, Jair Bolsonaro, já definiu os valores, é possível efetuar os cálculos para saber o quanto será pago nos benefícios. Até o ano de 2021, a remuneração estava na casa dos R$ 1.100,00. Entretanto, para 2022, a mesma subirá para os R$ 1.212,00. Esse é o piso que será pago em todos os benefícios da entidade.

teto do inss
Teto do INSS: Como se aposentar com o valor máximo em 2022?

Ou seja, se você tiver um programa social para receber do Instituto, esse será o valor mínimo a ser recebido. Agora com relação ao teto do INSS, o mesmo também terá um impacto com a mudança da remuneração base do país. Para o ano de 2021, a quantia máxima que era paga pelo Governo Federal estava na casa dos R$ 6.433,57. Agora, para o ano de 2022, e com o acréscimo superior aos 10,08% que está sendo promovido. Disso, o valor deverá chegar até os R$ 7.088,51.

Como se aposentar com o teto do INSS?

Caso você tenha interesse em se aposentar com o teto do INSS, é possível. Tudo que precisa fazer é cumprir algumas exigências. Como por exemplo, que o contribuinte tenha o tempo de sua contribuição acima do que é exigido pela previdência social. Disso, em casos de aposentadoria, por exemplo, os segurados precisam manter suas contribuições anualmente sobre 20% do teto.

Em 2021, todos os segurados tiveram que contribuir mensalmente com R$ 1.286,71, para que pudessem se classificar para o mesmo. Vale a pena mencionar também que o valor a ser recolhido dependerá muito do tipo de contribuinte e do salário de contribuição do mesmo.

Mais benefícios

Existem alguns outros benefícios do governo federal, que apesar de não serem associados ao INSS, também seguem um teto do INSS bem semelhante. Como por exemplo o PIS e o PASEP, que são conhecidos por abono salarial.

Disso, são calculados por meio da remuneração base do país. Isso sem falar do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS), que também tem a mesma lógica. Existem alguns outros programas sociais, entretanto, que não seguem essa base. Como por exemplo os projetos voltados a empresa: o PRONAMPE, e também o Programa Brasil Mais, que visam melhorias e linhas de créditos para companhias.

Pedro Henrique
Pedro Henrique Rhormes é formado em Comunicação Social – Jornalismo, pela Universidade Nove de Julho, e Letras – Tradução e Interpretação, pela Faculdades Metropolitanas Unidas (FMU). Trabalhou como repórter no FOX Sports. Atualmente é editor do E.C. produzindo conteúdo sobre economia e direitos.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

NOTÍCIAS RELACIONADAS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui