terça-feira, maio 17, 2022

Auxílio Brasil: Nova parcela deve ser paga a partir de sexta (10)

O auxílio Brasil é um dos mais novos programas sociais que estão sendo criados no Brasil. Na verdade, o mesmo veio para substituir o modelo já ultrapassado do Bolsa Família. Isso por uma exigência do próprio presidente da república, Jair Bolsonaro. Agora, o novo projeto já está programando sua segunda parcela de pagamentos para os beneficiários aprovados.

Sem falar também em diversas mudanças nas regras do Auxílio Brasil, para melhorias no mesmo. Neste artigo, estaremos listando todas essas, além do calendário oficial para aqueles que estão aguardando a segunda parcela do benefício. Isso com base no número do NIS de cada um.

Auxílio Brasil
Auxílio Brasil

Calendário do auxílio Brasil para dezembro

O Governo Federal já divulgou nessa semana o calendário oficial referente a segunda parcela do auxílio Brasil. Essa, inclusive, que está prevista para começar a ser paga nos próximos dias. Confira abaixo:

1. Primeiramente, quem tem o NIS terminado com dígitos 1, 2 e 3 será pago em 10, 13 e 14 de dezembro
2. Posteriormente, para aqueles que tem o NIS encerrado em 4, 5 e 6, deverão receber somente em 15, 16 e 17 de dezembro
3. Disso, aqueles que têm o NIS terminado com os dígitos 7, 8 e 9, serão pagos somente em 20, 21 e 22 de dezembro
3. E por fim, temos aqueles com o NIS encerrado em 0, que está com o pagamento previsto para 23 de dezembro

Lembre-se também que o benefício do auxílio Brasil deverá continuar a ser pago pela Caixa Econômica Federal. O que também significa que o mesmo ainda estará disponível para aqueles que possuem o aplicativo do Caixa TEM baixado em seus aparelhos celulares, por exemplo. Disso, tenha ciência que os prazos oficiais para saque da quantia do benefício também deverão ser respeitados, a exemplo do planejamento oficial do governo.

Programas de incentivo no benefício

Além disso, o Governo Federal também desenvolveu alguns programas de incentivo, dentro do próprio auxílio Brasil. Isso para garantir que todos tenham uma boa condição financeira. Como por exemplo, temos:

  1. O benefício primeira infância (R$ 130,00), que foi criado somente para quem possui crianças de até 3 anos em sua residência
  2. Posteriormente, o benefício composição familiar (R$ 65,00), criado para grupos familiares que tenham gestantes, ou pessoas de 3 até 17 anos
  3. Então, há o benefício de superação da extrema pobreza (R$ 100,00)
  4. Auxílio esporte escolar (R$ 1.000,00), criado para alunos da rede pública, que se destaquem nos Jogos Escolares Brasileiros. Tudo para incentivar a prática de esportes e exercícios físicos
  5. Disso, uma bolsa de iniciação científica júnior (R$ 1.000,00). Essa para poder incentivar a competição acadêmica. Promovendo assim o maior saber entre os alunos da rede pública
  6. Auxílio criança cidadão (R$ 300,00), para aqueles que têm filhos de até quatro anos. E que consigam uma fonte de renda por meio de trabalho em carteira
  7. No auxílio Brasil, temos ainda a criação do auxílio inclusão produtiva rural (R$ 200,00). Somente para aqueles quem tem agricultores em sua família
  8. E por fim, o auxílio inclusão produtiva urbana (R$ 200,00). Somente para quem comprovar um vínculo empregatício em carteira
Pedro Henrique
Pedro Henrique Rhormes é formado em Comunicação Social – Jornalismo, pela Universidade Nove de Julho, e Letras – Tradução e Interpretação, pela Faculdades Metropolitanas Unidas (FMU). Trabalhou como repórter no FOX Sports. Atualmente é editor do E.C. produzindo conteúdo sobre economia e direitos.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

NOTÍCIAS RELACIONADAS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui