sábado, julho 24, 2021

FIES: MEC e FNDE anunciam mudanças no financiamento

O Fundo de Financiamento ao Estudante do Ensino Superior (FIES) é um programa de financiamento estudantil do Brasil. Por meio deste, diversos jovens poderão ingressar em instituições de ensino superior particulares. Isso sem precisar se preocupar, a princípio, com os pagamentos das matrículas e mensalidades.

Disso, terão que pagar o valor do financiamento apenas após a conclusão do curso, por juros mínimos, ou até nulos. Entretanto, ainda nesta semana, o Ministério da Educação (MEC) e o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) divulgaram algumas mudanças no projeto. Neste artigo, estaremos falando um pouco mais a respeito deste assunto.

Mudanças no calendário do FIES

Segundo o MEC e o FNDE, o prazo para os estudantes efetuarem a renovação semestral dos contratos acordados foi prorrogado. Agora, os mesmos terão até 30 de junho para poderem realizar este procedimento. Isso também vale para os contratos simplificados e não simplificados do FIES 2021.

Fora isso, para quem quiser pedir transferência de um curso, ou até mesmo da instituição de ensino, poderá ter o mesmo prazo do dia 30 para fazer isso. Desde que claro, o pedido seja referente ao primeiro semestre letivo do ano de 2021. Para o segundo semestre, ainda não foram anunciadas as novas datas para tal.

Mais mudanças no FIES

Além deste calendário, é que agora, agências bancárias também adotaram novos métodos de contratação do programa. A partir de agora, ficam dispensadas a entrega física dos documentos emitidos pelas instituições de ensino, nas agências. Destes, são incluídos o documento de regularidade de inscrição, documento de regularidade de matrícula e documento de regularidade de matrícula suspensão. Além de o documento de regularidade de transferência e o documento de regularidade de dilatação. Isso é uma medida para que possa facilitar o ingresso de novos estudantes, porém, por instituições diferentes do MEC. Mas, lembre-se que os bancos possuem suas próprias taxas e juros.

Na verdade, este não é o FIES comum, que é organizado pelo MEC, mas sim o P-FIES, que é uma modalidade totalmente nova. Ele é completamente organizado pelos bancos. Portanto, aconselhamos que consulte antes todas as condições de seu possível financiamento. Isso claro, considerando que você já tenha sido aprovado para o mesmo. Cada banco possui valores e juros diferentes, portanto, fica impossível citar qual é o melhor. E também varia muito do perfil de cada aluno, principalmente sua renda. Quanto piores são suas condições, menores também serão as taxas e encargos cobrados na hora do financiamento.

Número de vagas do FIES

Para este ano de 2021, o Ministério da Educação (MEC) já declarou o número de vagas abertas para o financiamento estudantil. Ao todo, oferecerão cerca de 93 mil vagas em mais de 1460 instituições de ensino superior, privadas. Lembrando que este programa só vale para universidades pagas. E destas, as vagas correspondem a quase 25 mil cursos diferentes de graduação.

A expectativa para 2022 também é a de que este número dobre, ou consiga até mesmo ultrapassar o número dos 200 mil. Isso claro, considerando que a pandemia do Covid-19 acabará, e que o número de vagas também aumentará drasticamente com isso.

Pedro Henrique
Pedro Henrique Rhormes é formado em Comunicação Social – Jornalismo, pela Universidade Nove de Julho, e Letras – Tradução e Interpretação, pela Faculdades Metropolitanas Unidas (FMU). Trabalhou como repórter no FOX Sports. Atualmente é editor do E.C. produzindo conteúdo sobre economia e direitos.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

NOTÍCIAS RELACIONADAS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui