sexta-feira, dezembro 3, 2021

Aumento na Gasolina: Bolsonaro indica aumento nos combustíveis

O combustível no Brasil tem se tornado um dos assuntos mais polêmicos da atualidade. Até porque, constantemente temos vivenciado mais e mais casos de aumento na gasolina. E inclusive, o presidente da república, Jair Bolsonaro, anunciou nesta semana que o Governo Federal estará aplicando um novo acréscimo.

Na verdade, citando o aumento no preço do combustível, diversos caminhoneiros por todo o país estão ameaçando parar suas atividades. Isso para iniciar uma nova greve de caminhoneiros, que é algo muito temido pelo governo. Tanto que, por conta da notícia, estão desenvolvendo um novo benefício para essa classe trabalhadora do país.

gasolina

Petrobras já alertava aumento na gasolina

Na verdade, esse aumento na gasolina já era algo previsto pela Petrobras, desde a última terça-feira (19 de outubro). Isso porque, a petroleira informou que não seria capaz de atender toda a demanda de combustível que estava sendo requerida para novembro. E assim, seria inclusive necessária a realização de um racionamento de combustível.

Além disso, a estatal também informou que ocorreu uma demanda atípica de pedidos de fornecimento de combustíveis extrapolou o ritmo de produção da mesma. E a empresa ainda até mesmo realizou cortes unilaterais em muitos pedidos de distribuição de gasolina e diesel.

Aumento na gasolina atingirá marco histórico

Por conta do aumento na gasolina, a Agência Nacional do Petróleo (ANP) foi a público para falar mais sobre os acréscimos recentes. Um dos principais pontos citados foi o aumento significativo no diesel, que inclusive tem sido o motivo principal para a greve dos caminhoneiros ser especulada.

O menor preço registrado neste mês de outubro foi no Rio Grande do Sul, na casa dos R$ 4,823. Já o maior está na casa dos R$ 6,208, no estado do Acre. E isso sem falar propriamente da gasolina em si, que serve para abastecer motocicletas e veículos comum. Essa, em diversas regiões do país, já atingiu a casa dos R$ 7,00, e devem subir ainda mais.

Benefício é criado por conta do aumento na gasolina

Disso, o aumento na gasolina já tem tido um impacto tão grande na sociedade, que devido ao aumento no diesel, e a ameaça da greve dos caminhoneiros, o Governo Federal já está desenvolvendo um novo benefício. Esse é o auxílio caminhoneiros, que pagará um valor de R$ 400,00 para mais de 750 mil caminhoneiros independentes. E na verdade, muitos destes estão recusando a atitude tomada por Jair Bolsonaro. Até porque, grande parte dos que recusaram alegam que o benefício se trata de uma esmola.

E que para possam encher o tanque de mais de 500 litros de seus caminhões, é necessário gastar hoje de R$ 1.900,00 a R$ 2.500,00, por viagem. Ou seja, os mesmos alegam que o aumento na gasolina é incompatível com o tipo de benefício que criaram. A greve dos caminhoneiros ainda não saiu do papel, mas, mesmo com o anúncio do programa social, também não deixou de ser cogitada. A expectativa é de que os profissionais do transporte cessem suas atividades já por volta do dia primeiro de novembro. E não sabemos por quantos dias ou semanas durará.

Pedro Henrique
Pedro Henrique Rhormes é formado em Comunicação Social – Jornalismo, pela Universidade Nove de Julho, e Letras – Tradução e Interpretação, pela Faculdades Metropolitanas Unidas (FMU). Trabalhou como repórter no FOX Sports. Atualmente é editor do E.C. produzindo conteúdo sobre economia e direitos.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

NOTÍCIAS RELACIONADAS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui