segunda-feira, outubro 25, 2021

Pedidos do Auxilio Doença sobem 54%; principal agravante é o COVID-19

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) é uma das principais entidades do Governo Federal. A mesma coleta todas as contribuições que foram feitas por meio da previdência social. E disso, as transforma em benefícios para todos esses contribuintes. Independentemente de como tenha sido o tipo de contribuição.

Seja essa por meio de depósitos voluntariados, ou até mesmo descontos em folha salarial. Disso, o auxílio doença, que é um dos programas sociais mais populares da empresa, teve um relato de um acréscimo significativo nos pedidos, nos últimos meses. E neste artigo, estaremos falando justamente sobre esse assunto, e explicando o porquê.

Auxílio doença tem grande alta em números de pedidos

A entidade do Governo Federal declarou nesta semana que até o mês de julho deste ano, foram concedidos mais de 68.014 pedidos do auxílio doença. Isso equivale a cerca de 54,5% das liberações, o que é um número expressivo. Tudo por conta da pandemia do Covid-19, que tem sido a principal causa do afastamento do trabalho das pessoas. Até porque, a pandemia ainda segue extremamente alarmante em todo o país. E pessoas que apresentam a doença e seus respectivos sintomas, precisam ficar exiladas da sociedade, presas em casa.

auxílio doença
Pedidos do Auxilio Doença sobem 54%; principal agravante é o COVID-19

Vale a pena lembrar que o Covid-19 na verdade tem sido um dos principais motivos da solicitação do auxílio doença, desde o ano passado. Pois, em 2020, quando tudo isso começou, a doença era a terceira maior motivadora da concessão do benefício. Isso totalizando 37.045 liberações no período de 2020. No topo da lista de principais enfermidades do auxílio doença constavam doenças e problemas físicos na coluna e no ombro. Lembrando que tal benefício precisa passar por uma perícia médica, com exceção de casos de Covid-19, claro, no qual a apresentação do laudo e dos exames já é mais do que suficiente. Os demais precisam fazer exames na hora.

Auxílio doença conta com perícia obrigatória

Na hora de solicitar o seu auxílio doença, saiba que o Instituto deverá já marcar com você a perícia médica. E esta é considerada de caráter obrigatório, sendo necessário inclusive a realização da mesma para a renovação anual, ou ao término de seu contrato.

Lembre-se que é o médico legista quem decidirá ou não sobre a sua aprovação do auxílio doença. E sem falar nisso, o mesmo também será o responsável por definir por quanto tempo ficará recebendo o benefício do Governo Federal. Até porque, tal auxílio não costuma ter um tempo pré-estabelecido pela empresa.

O que acontece com quem não fizer o exame?

Vale a pena lembrar que caso a revisão médica não seja feita pela perícia médica do INSS, então, o seu benefício do auxílio doença corre sérios riscos. O que pode acontecer com o mesmo é ele ser suspenso ou cancelado. Mas, não se preocupe, pois isso é algo que não será definitivo.

Na verdade, se tiver seu pagamento suspenso, poderá voltar a solicitar tal benefício novamente. Entretanto, terá que passar por todos os procedimentos novamente, como efetuar os exames médicos e até mesmo comprovar suas informações pessoais. Mas, claro, é um processo muito mais trabalho, e que demanda mais tempo do que o comum.

Pedro Henrique
Pedro Henrique Rhormes é formado em Comunicação Social – Jornalismo, pela Universidade Nove de Julho, e Letras – Tradução e Interpretação, pela Faculdades Metropolitanas Unidas (FMU). Trabalhou como repórter no FOX Sports. Atualmente é editor do E.C. produzindo conteúdo sobre economia e direitos.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

NOTÍCIAS RELACIONADAS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui