sexta-feira, dezembro 3, 2021

Teto do INSS pode ultrapassar R$ 7 mil com inflação de 2021

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) é uma das principais entidades do Governo Federal. Isso porque, ela efetua o pagamento de diversos programas sociais, para a população brasileira. Mas claro, apenas para aqueles que são contribuintes da previdência social.

Disso, ela coleta todas as contribuições que foram feitas pelos trabalhadores, sejam elas voluntariadas ou por descontos em folhas salariais, e as transforma em benefícios. Disso, vale a pena dizer que sempre há um teto e um piso para a empresa, com os valores para cada tipo. Lembrando que a entidade sempre vai seguir a remuneração base do país.

Teto do INSS deve subir com inflação

Atualmente, o valor do salário mínimo brasileiro está na casa dos R$ 1.100,00. Entretanto, para o próximo ano, com a inflação batendo 9,1%, segundo o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), O piso do INSS deverá subir para R$ 1.200,00. O que simboliza que o piso de todos os benefícios do INSS deve aderir a tal quantia. Entretanto, lembre-se que isso é apenas uma estimativa. E que na verdade, até o Governo Federal optar por fechar a inflação do país, tal valor poderá subir. Até porque, essa já é a terceira cotação realizada pela empresa.

INSS
Teto do INSS pode ultrapassar R$ 7 mil com inflação de 2021

E nas outras duas, os valores eram menores. Então, a probabilidade de termos um valor ainda maior do que esse é muito grande. E disso, até mesmo o teto de valores dos benefícios do INSS também poderá ser afetado. No caso, hoje o teto da entidade chegar a bater R$ 6.433,57, que já é considerado um número relativamente elevado. E com a porcentagem de 9,1% que foi traçada pelo INPC, tal valor subirá para R$ 7.079,50, que é um ajuste bem considerável. Mas, claro, novamente, há a possibilidade de termos um novo reajuste, que poderia aumentar ainda mais o teto que será pago a partir do ano de 2022.

Quando o INSS terá o valor finalizado?

Nós só deveremos saber quais serão os valores do piso e do teto do INSS no fim do ano. Isso porque, o salário mínimo do Brasil deverá ser definido apenas na última semana deste ano de 2021. Principalmente porque é quando o Governo Federal deverá fechar todo o balancete do ano, calculando assim qual foi a inflação.

E ainda vale a pena dizer que o governo poderá decidir ou não seguir o valor da inflação. Em um cenário ideal, isso aconteceria. Entretanto, não foi o que aconteceu nos últimos anos.

Remuneração abaixo da inflação

Conforme mencionamos no parágrafo acima, o salário mínimo do Brasil ficou abaixo da inflação, nos últimos dois anos. E para 2022, existem muitos rumores de que confirmam que isso deverá acontecer novamente. Não é necessariamente um crime, mas, o ideal seria que seguissem os índices do INPC.

Até porque, caso o contrário, a população sairia no prejuízo com relação aos aumentos abusivos que estão acontecendo em produtos, principalmente os de sobrevivência. E na verdade, a projeção de muitos economistas é de que o salário mínimo fique abaixo da inflação até o ano de 2024. Algo que com certeza teria impacto nos benefícios do INSS.

Pedro Henrique
Pedro Henrique Rhormes é formado em Comunicação Social – Jornalismo, pela Universidade Nove de Julho, e Letras – Tradução e Interpretação, pela Faculdades Metropolitanas Unidas (FMU). Trabalhou como repórter no FOX Sports. Atualmente é editor do E.C. produzindo conteúdo sobre economia e direitos.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

NOTÍCIAS RELACIONADAS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui