quinta-feira, outubro 28, 2021

Bitcoin Hoje: Preço e tendência da criptomoeda no mundo

O Bitcoin é a principal criptomoeda do mundo, sendo também a mais valiosa. As criptomoedas servem como uma reposição do dinheiro real, e na verdade, existem milhares destas pelo mundo. Dependendo do quão popular a mesma é, sua valorização também pode atingir um patamar muito elevado.

Durante a pandemia do Covid-19, por exemplo, a cripto chegou a atingir a casa dos US$ 60.000,00 dólares. Entretanto, já há mais de um mês, a mesma vem passando por uma correção muito grande, o que tem afetado todo o mercado. Desde sua alta histórica, ainda no meio de abril, a mesma vem corrigindo, já apresentando uma queda de mais de US$ 30.000,00 sendo cotada hoje (21/07) em US$ 31.802,80 aproximadamente R$ 167.241,38 na cotação de hoje.

Alta histórica do Bitcoin

Ainda uma criptomoeda em desenvolvimento, o Bitcoin teve sua alta histórica cerca de três meses atrás. Na verdade, no período do último ano inteiro, devido a pandemia do Covid-19, tal moeda teve uma alta significativa. Em março de 2020, quando a pandemia se iniciou, a cripto estava na casa dos US$ 8.700,00.

bitcoin
Bitcoin hoje: Preço e tendência da criptomoeda no mundo

E em abril deste ano, chegou a bater aproximadamente US$ 63.000,00, o que dá um aumento de pouco mais de 700%. Lembrando que originalmente, em sua criação ainda no começo da década passada, a moeda valia aproximadamente US$ 100,00.

Outra moeda que deve receber o destaque nos próximos anos é o Real Digital, que está sendo desenvolvido pelo Banco central, como o próximo passo para digitalização da economia após o desenvolvimento do Saque PIX.

Previsão do Bitcoin

Realizar a previsão de criptomoedas é algo muito difícil, até porque, a maioria das moedas alternativas, também conhecidas como Altcoins, se baseiam no preço da Bitcoin. E correções, após uma grande alta, costumam ser muito normais. Na verdade, isso já aconteceu até mesmo em 2017.

No caso, a cripto chegou a bater quase US$ 20.000,00. Entretanto, pouco meses após a alta, caiu para US$ 8.900,00. Alguns especialistas indicam que a correção deverá durar mais algumas semanas, e que o valor pode bater nos mesmo vinte mil. Entretanto, isso é algo muito difícil de prever, pois o mercado pode retomar a qualquer momento.

Mercado segue onda do Bitcoin

A Bitcoin não é a única criptomoeda que está em queda. Na verdade, todo o mercado segue a flutuação que está ocorrendo com a principal cripto do mundo. A Ethereum, que é a principal concorrente, tem sido uma das mais prejudicadas.

Na alta histórica, também em abril, esteve avaliada em US$ 4.372,72, e agora, já na reta final do mês de julho, está em R$ 1.820,00. E a lista de baixas não acaba por aí. A Doge Coin, popularizada pelo bilionário Elon Musk, foi de US$ 0,73 para US$ 0,17.

Período de compras

Para quem não conhece muito do mercado de criptomoedas, ele funciona exatamente como a bolsa de valores. A cada minuto ocorrem altas e baixas, e disso, as pessoas fazem compras e vendas. Popularmente, tais ações são chamadas de trades. E agora, é um dos melhores períodos para a compra de tais criptos, principalmente a Bitcoin.

Que, apesar de ainda estar com um valor bastante elevado, está em um período de baixa há pouco mais de três meses. Portanto, para quem está esperando um bom período para compras, este é agora. Os mais “gananciosos” ainda podem aguardar mais um pouco, para ver se o valor abaixa ainda mais. Entretanto, a expectativa é de uma retomada muito em breve.

Pedro Henrique
Pedro Henrique Rhormes é formado em Comunicação Social – Jornalismo, pela Universidade Nove de Julho, e Letras – Tradução e Interpretação, pela Faculdades Metropolitanas Unidas (FMU). Trabalhou como repórter no FOX Sports. Atualmente é editor do E.C. produzindo conteúdo sobre economia e direitos.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

NOTÍCIAS RELACIONADAS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui