Início Geral Open Banking inicia compartilhamento de dados dos consumidores

Open Banking inicia compartilhamento de dados dos consumidores

0
53
open banking
Open Banking inicia compartilhamento de dados para consumidores

O Banco Central, que é a principal instituição financeira do Brasil, segue criando diversos serviços diferentes. Todos para ajudarem a população brasileira, como foi o caso do pagamento PIX, no ano passado. E agora, estamos prestes a ver mais um novo sistema revolucionário a caminho. Este é o Open Banking, no qual clientes poderão solicitar compartilhamento de dados cadastrais.

E até mesmo informações sobre transações e serviços que foram contratados em outras empresas. Anteriormente, apenas os bancos integravam seus dados. E agora, estes serão de fácil acesso para todos que têm interesse em verificarem as suas movimentações. E até mesmo lançamentos futuros, para melhor planejamento.

Mais serviços no Open Banking

Consultar o seu nome, seus dados e serviços que você concretizou com outras empresas não serão as únicas funções do Open Banking. Segundo o Banco Central novos produtos e serviços também devem ser ofertados aos clientes, pelas instituições. Estes com base no perfil financeiro de cada um, com condições muito mais vantajosas.

open banking
Open Banking inicia compartilhamento de dados para consumidores

E estes podem variar desde empréstimos a financiamentos. Lembrando que a plataforma puxará tudo que foi feito em seu nome, independentemente de qual tenha sido o banco, ou até mesmo empresa contratada. Até porque, o BC tem livre acesso a todas estas informações, já há muito tempo.

Regra importante do Open Banking

Ainda segundo o Banco Central, o Open Banking e o compartilhamento das informações precisam seguir algumas regras. Estas são a de esperar pela autorização do cliente para tal, e também se for informada a finalidade e o prazo do uso de tais dados do consumidor. O usuário também pode cancelar tal consentimento a qualquer momento, e em qualquer instituição financeira, se quiser.

Tudo poderá ser feito por meio da internet. Mas, ainda não ficou claro se teremos algum aplicativo em celular para tal. Ou, até mesmo se a função ficará disponibilizada nos APPs dos bancos de preferência de cada cliente. Isso é algo que ainda precisa ser melhor esclarecido pela entidade.

Por que o Open Banking foi criado?

Existe um grande motivo por trás da criação do Open Banking, por parte do Banco Central. A diretora de negócios da plataforma Quanto, Victoria Amato, falou um pouco mais a respeito disso. Para ela, o desenvolvimento do sistema serve para devolver o controle de dados para o usuário final.

E não mais para as instituições financeiras, sejam elas bancas ou empresas independentes. Lembrando que a Quanto utiliza muita análise de perfis financeiros em suas plataformas. Ou seja, a premissa é de que o usuário terá mais sigilo com os seus dados, só os liberando para as companhias se ele permitir.

Quando serviço começará a valer?

Vale a pena dizer que o sistema do Open Banking começará a sua segunda fase nesta sexta-feira (13 de agosto). Disso, a terceira está prevista para o dia 30 deste mês. Esta fará a integração de alguns serviços de transição de pagamento, como por exemplo o saque PIX.

E por fim, a última fase está prevista para 15 de dezembro. Com o compartilhamento completo de previdência, salários, contas, e muitos outros dados pessoais. Tais datas estão sujeitas a serem modificadas.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui