sexta-feira, dezembro 3, 2021

EUA abrem fronteira para visitantes brasileiros em novembro

A pandemia do Covid-19 tem sido uma das maiores epidemias de vírus já registradas na história de nosso planeta. E disso, muitos países e regiões diferentes em todo o mundo foram extremamente prejudicados. O Brasil com certeza foi um dos países que mais registraram casos e mortes, nos últimos dois anos.

Vale a pena afirmar que cada país possui a sua própria política, sempre respeitando as ordens propostas pela Organização Mundial de Saúde (OMS). E disso, muitos países que são extremamente populares tiveram que fechar suas portas para visitantes, por muitos meses. Esse foi o caso dos Estados Unidos, que fechou sua fronteira para brasileiros.

EUA abrem fronteira para visitantes brasileiros em novembro
EUA abrem fronteira para visitantes brasileiros em novembro

EUA deve reabrir fronteira para brasileiros

O Brasil foi um dos países que mais sofreu com a pandemia do Covid-19, e isso, acabou refletindo no exterior. Até porque, vendo que tínhamos cada vez mais casos de contágio, e até mesmo de falecimento, muitos países fecharam a fronteira para nós.

Um desses é os Estados Unidos da América, que agora, está anunciando que está reabrindo todas as portas para brasileiros visitarem a região, já a partir do mês de novembro. Na verdade, a previsão mais precisa é para o dia 8, por meio de todas as vias aéreas.

Requisitos para entrar na fronteira dos EUA

Tal notícia foi divulgada pelo próprio governo dos Estados Unidos da América, na manhã desta segunda-feira (25 de outubro). Disso, já divulgaram todas as regras para que estrangeiros no geral possam atravessar sua fronteira. Como por exemplo, estar totalmente vacinado para a entrada no país, a partir desse dia, com o chamado Passaporte de Vacina. Entretanto, não será exigida a apresentação da dose de reforço da vacinação para entrar no país.

Disso, isso vale tanto para entradas por via aérea, mas como também para fronteiras terrestres. E também, será necessário apresentar um teste negativo para o Covid-19, realizado até três dias antes de sua viagem. Pessoas que não foram vacinadas precisarão apresentar o exame feito no dia anterior.

Abertura de fronteira tem ressalva com crianças

Apesar de os Estados Unidos estarem abrindo sua fronteira para os estrangeiros, vale a pena afirmar que crianças e adolescentes não precisarão seguir as obrigações do certificado de vacinação. Até porque, representantes do governo dos EUA justificaram que tal medida está acontecendo com o público por ainda não serem elegíveis em diversos países, para a imunização contra o vírus.

E disso, outro motivo para tal decisão é os adolescentes estarem sendo vacinados com imunizantes que não são aceitos no país, ou até mesmo recomendados pela Organização Mundial de Saúde.

Recomendações deverão ser mantidas

Apesar de a fronteira dos Estados Unidos estar abrindo para estrangeiros, isso não significa que o país está pronto para afrouxar as rédeas, com relação a pandemia do Covid-19. Na verdade, isso é mais uma medida socioeconômica, do que propriamente por vontade própria do governo norte-americano.

E disso, todas as recomendações de saúde levantadas pela OMS deverão ser permanecidas. E essas são, por exemplo, a utilização de máscaras em ambientes fechados e abertos, o distanciamento social de um metro, e até mesmo a utilização de álcool em gel. Quem descumprir essas regras pode acabar sendo multado pelas autoridades do país, e em casos mais severos, até mesmo forçado a deportar.

Pedro Henrique
Pedro Henrique Rhormes é formado em Comunicação Social – Jornalismo, pela Universidade Nove de Julho, e Letras – Tradução e Interpretação, pela Faculdades Metropolitanas Unidas (FMU). Trabalhou como repórter no FOX Sports. Atualmente é editor do E.C. produzindo conteúdo sobre economia e direitos.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

NOTÍCIAS RELACIONADAS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui