sexta-feira, julho 12, 2024

Open Banking: Conheça as novidades que passam a valer nessa semana

O Banco Central é a principal instituição financeira do Brasil, já há muitos anos. O mesmo é responsável por administrar uma grande quantia no país, e também, todos os outros bancos. Disso, a empresa tem desenvolvido cada vez mais funções, para transformar a vida dos correntistas mais fáceis.

Como por exemplo, com a criação do PIX, em novembro de 2020, que veio para revolucionar todo o sistema de transferências bancárias brasileiras. Disso, começa a vigorar nessa semana a última fase do Open Banking, que é mais uma das novidades que está sendo desenvolvida pelo BC. E a mesma passa a valer já nessa quarta-feira (15 de dezembro).

O que é o Open Banking?

Muitas pessoas têm dúvidas sobre o que é o Open Banking, principalmente quando o mesmo começar a ser mencionado publicamente. Para explicar o que o mesmo é, basta mencioná-lo como um sistema de compartilhamento de dados bancários pessoais. Mas, como assim? Por meio do mesmo, instituições financeiras podem compartilhar algumas informações sobre produtos. Esses como investimentos, câmbios, seguros e até mesmo previdências complementares abertas. E o melhor de tudo é que qualquer banco ou instituição que estiver atrelada ao Banco Central, terá acesso a tais dados.

open banking
Open Banking: Conheça as novidades que passam a valer nessa semana

Essa quarta fase do Open Banking é listada como um pouco mais complexa, e por isso, foi separada em duas etapas diferentes. A primeira delas se inicia nessa quarta-feira, e disso, as empresas poderão compartilhar dados de produtos e serviços oferecidos. Entretanto, não poderão envolver dados de clientes nisso.

Já a partir de 31 de maio do próximo ano, todos os dados financeiros do usuário em questão, que possam vir a envolver câmbios, investimentos, seguros, e até mesmo previdências complementares abertas, poderão ser compartilhados. Isso, claro, sempre solicitando a autorização de cada usuário. Do contrário, não poderão partilhar desses dados.

Serviços oferecidos na 4ª fase do Open Banking

O Banco Central também divulgou uma lista do que está disponível nesta quarta fase do Open Banking. Como por exemplo:

  1. Primeiramente, o Certificado de Depósito Bancário (CDB)
  2. Posteriormente, o Recibo de Depósito Bancário (RDB) e as Letras de Crédito Imobiliário (LCI)
  3. Disso, temos também as Letras de Crédito do Agronegócio (LCA) e as Cotas de fundos de investimento
  4. Então, seguimos com os títulos públicos federais disponibilizados pelo Tesouro Direto, ações, e cotas de fundos de índices listados em bolsa de valores
  5. Por fim, Debêntures, Certificados de Recebíveis Imobiliários (CRI) e Certificados de Recebíveis do Agronegócio (CRA)

Quem pode participar?

Caso você tenha a dúvida de quem pode participar do Open Banking, é muito simples. Quaisquer correntistas de bancos que estejam atrelados ao Banco Central poderão participar. Isso sem falar também em algumas instituições financeiras, do outro lado da história.

Em ambas situações é necessário que você faça cadastros com a empresa. Para clientes por meio de seus próprios aplicativos de banco, para solicitar a função. Já para companhias, é direto com o BC, em um processo mais burocrático. Entretanto, não é algo tão difícil de se conseguir. Tudo para que possa consultar dados do consumidor, sem sair no prejuízo.

avalie está notícia de 0 à 5
Pedro Henrique
Pedro Henrique
Pedro Henrique Rhormes é formado em Comunicação Social – Jornalismo, pela Universidade Nove de Julho, e Letras – Tradução e Interpretação, pela Faculdades Metropolitanas Unidas (FMU). Trabalhou como repórter no FOX Sports. Atualmente é editor do E.C. produzindo conteúdo sobre economia e direitos.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

NOTÍCIAS RELACIONADAS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui